a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
16

Oferta para os crentes de Jerusalém

161A respeito do peditório destinado aos crentes de Jerusalém16,1 Ver Rm 15,25–26., façam também como recomendei às igrejas da Galácia16,1 Galácia. Província do império romano, situada no centro norte da Ásia Menor.. 2Todos os domingos, cada um deve pôr de lado, em sua casa, uma parte daquilo que conseguiu juntar, para não haver necessidade de andarem a fazer peditórios quando eu chegar. 3Nessa altura, mandarei a Jerusalém, com uma carta de apresentação, os homens da vossa escolha para lá irem levar essa oferta. 4E, se for conveniente que eu vá também, eles irão comigo.

Planos de visita às igrejas

5Irei ter convosco depois de passar pela Macedónia16,5 Macedónia. Região situada no norte da Grécia. Ver At 17,1; 19,21., pois passarei por lá na minha viagem. 6Se puder, fico algum tempo convosco e talvez aí passe o inverno, para me poderem ajudar com o necessário para o resto da viagem, 7porque não quero ver-vos só de passagem. Espero ficar durante algum tempo no vosso meio, se o Senhor mo permitir. 8Entretanto, conto ficar ainda em Éfeso16,8 Éfeso. Capital da província romana da Ásia na costa oriental do Mar Egeu. até à festa do Pentecostes, 9pois encontrei uma boa oportunidade para um grande trabalho, e com bons resultados, ainda que tenha encontrado também muitos adversários16,9 Sobre a estadia e atividade de Paulo em Éfeso, ver At 19,1–10..

10Se Timóteo por aí passar16,10 Ver At 16,1; 1 Co 4,17., façam com que ele se sinta bem no vosso meio, porque trabalha na obra do Senhor, tal como eu. 11Que ninguém lhe falte ao respeito. Mas ajudem-no com o necessário, para ele poder continuar em paz a viagem de regresso até aqui, pois eu e os irmãos estamos à espera dele.

12Quanto ao irmão Apolo16,12 Ver At 18,24., tenho-lhe pedido muito para ir ter convosco, juntamente com os outros crentes. Contudo ele não quis ir agora. Irá quando chegar a ocasião.

Recomendações finais e saudações

13Estejam alerta e firmes na fé. Sejam corajosos e fortes. 14Façam todas as coisas com amor.

15Irmãos, tenho ainda outra recomendação a fazer. Conhecem a família de Estéfanas16,15 Ver 1,16., que foi a primeira da Acaia a aceitar a fé e todos eles se dedicam ao serviço dos santos. 16Sigam as orientações deles e dos outros que aí servem a igreja e com eles colaboram e trabalham. 17Alegro-me com a vinda de Estéfanas, Fortunato e Acaico, que me providenciaram, em vosso nome, o que não vos foi possível antes. 18Reconfortaram o meu espírito assim como o vosso. Por isso devem ter muita consideração por eles.

19As igrejas da Ásia mandam-vos saudações. Áquila e Prisca16,19 Ver At 18,2, onde a pessoa aqui chamada Prisca recebe o nome de Priscila, como é habitual nos escritos de Paulo: ver Rm 16,3; 2 Tm 4,19. mais os crentes que se reúnem na sua casa, unidos convosco pela fé, mandam também saudações. 20Todos os crentes daqui vos saúdam igualmente. Cumprimentem-se uns aos outros com um beijo de irmãos.

21Eu, Paulo, mando-vos a minha saudação escrita por mim próprio.

22Quem não tiver amor ao Senhor seja maldito. Marana thá16,22 Marana thá. Expressão aramaica, frequentemente usada na liturgia cristã primitiva, que significa vem, Senhor. Outros prefeririam ler no aramaico Maran athá, que significa o Senhor vem aí..

23Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo vos acompanhe. 24Aceitem a minha dedicação por todos em Cristo Jesus.