a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
1

A Palavra da vida

11Escrevemos acerca daquele que é a Palavra da vida, que já existia no princípio de tudo1,1 Comparar com Jo 1,1.. Nós, que o ouvimos e vimos com os nossos próprios olhos, também o contemplámos e lhe tocámos com as nossas mãos.

2A vida deu-se a conhecer e nós vimo-la. Falamos dela e vo-la anunciamos. É a vida eterna que estava com o Pai e que nos apareceu1,2 Comparar com Jo 1,14.

3O que nós vimos e ouvimos vos anunciamos agora para que estejam também unidos a nós. Na verdade, a nossa comunhão é com o Pai e com o seu Filho Jesus Cristo.

4Escrevemo-vos isto para que a nossa alegria seja perfeita.

Deus é luz

5Esta é a mensagem que ouvimos de Jesus Cristo e que agora vos anunciamos: Deus é luz e nele não há trevas. 6Se dissermos que temos comunhão com ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. 7Ao contrário, se levarmos uma vida de luz, tal como Deus que está na luz, temos comunhão uns com os outros e o sangue de Jesus, seu Filho, purifica-nos de todo o pecado.

8Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós próprios e faltamos à verdade. 9Mas se confessarmos os nossos pecados, Deus que é fiel e justo perdoará os nossos pecados e nos purificará de todo o mal. 10Se dissermos que não cometemos pecado, fazemos de Deus mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

2

Cristo nosso Defensor

21Meus filhos, escrevo-vos isto para que não pequem. Mas se alguém cair em pecado, temos quem nos defenda junto do Pai, Jesus Cristo, o Justo. 2Ele é o sacrifício de expiação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos mas também pelos do mundo inteiro2,2 Sobre a interpretação expiatória da morte de Jesus neste versículo e em 1 Jo 4,10, comparar com Rm 3,25–26..

3A prova de que o conhecemos está em cumprirmos os seus mandamentos. 4Quem disser que o conhece, mas não cumprir os seus mandamentos, é um mentiroso e nele não está a verdade.

5Mas aquele que guarda a sua palavra, nele se realiza de forma perfeita o amor de Deus. É assim que sabemos que estamos unidos a Deus. 6Aquele que diz que está unido a Deus tem de seguir o caminho que Jesus seguiu.

O mandamento novo

7Queridos amigos, não vos ensino um mandamento novo, mas sim um mandamento antigo, que receberam logo no princípio2,7 Ver Jo 13,34.. Este mandamento antigo é a palavra que vocês ouviram. 8Mas é um novo mandamento que vos escrevo e a sua verdade mostra-se tanto nele como em vós, pois as trevas afastam-se e a luz verdadeira já brilha. 9Aquele que afirma que vive na luz, mas tem ódio ao seu irmão, ainda continua nas trevas. 10O que ama o seu irmão permanece na luz e não dá motivo de pecado para outros2,10 Outra tradução: e não dá motivo a que ele peque.. 11Mas aquele que tem ódio a seu irmão vive nas trevas, caminha nas trevas e não sabe para onde vai, porque as trevas lhe cegaram os olhos.

12Escrevo-vos, meus filhos,

que os vossos pecados estão perdoados pelo nome de Jesus.

13Escrevo-vos, pais,

que já conheceis aquele que existia desde o princípio2,13 Comparar com Jo 1,1..

Escrevo-vos, jovens,

que já vencestes o Maligno.

14Escrevi-vos, meus filhos,

que já conheceis o Pai.

Escrevi-vos, pais,

que já conheceis aquele que existia desde o princípio.

Escrevi-vos, jovens,

que sois corajosos,

que a palavra de Deus permanece em vós

e já vencestes o Maligno.

15Não amem este mundo nem aquilo que lhe pertence. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. 16Tudo aquilo que pertence a este mundo não vem do Pai, mas sim do mundo; ou seja: a cobiça humana, os maus desejos dos nossos olhos e a arrogância da vida. 17E a verdade é que este mundo passa, ele e os seus maus desejos; mas aquele que faz a vontade de Deus vive para sempre.

O Anticristo

18Meus filhos, o fim está próximo. Ouviram dizer que o Anticristo havia de vir. Pois bem, ultimamente apareceram muitos anticristos; por isso sabemos que o fim está próximo2,18 Comparar com Mt 24,5.23–24; Mc 13,21–22.. 19Eles saíram do meio de nós, mas não eram dos nossos. Se fossem dos nossos teriam ficado connosco. Mas era preciso que ficasse claro que nem todos são dos nossos.

20Porém, vocês receberam a unção daquele que é santo e já conhecem tudo2,20 Unção. É difícil perceber o que é que o autor quer significar com esta unção, mas deve referir-se à receção do Espírito Santo pelo qual se conhece tudo. Alguns manuscritos têm: e já conhecem toda a verdade.. 21Não vos escrevo por ignorarem a verdade, mas porque a conhecem e sabem que nenhuma mentira pode sair da verdade.

22Quem é, então, o mentiroso? É aquele que afirma que Jesus não é o Cristo. Esse é o Anticristo, aquele que nega o Pai e o Filho2,22 Ver Introdução e comparar com Jo 5,23; 15,23.. 23Quem nega o Filho fica também sem o Pai. E quem aceita o Filho, tem também o Pai.

24Permaneçam fiéis ao que ouviram desde o princípio. Se permanecerem no que aprenderam no princípio, então permanecerão unidos ao Pai e ao Filho.

25E o que Jesus nos prometeu é isto: a vida eterna.

26Escrevo-vos estas coisas por causa daqueles que procuram enganar-vos.

27Na verdade, a unção que receberam dele permanece em vós. Por isso, não precisam que alguém vos ensine. Mas como a unção do Espírito, que é real e não ilusão, vos vai ensinando acerca de todas as coisas, como já vos ensinou, continuem unidos a Jesus. 28Portanto, meus filhos, continuem unidos a Jesus para que, quando ele aparecer, estejamos cheios de confiança e não tenhamos de passar pela vergonha de nos encontrarmos longe dele no dia da sua vinda.

29Se sabem que ele é justo, reconheçam também que todo aquele que pratica a justiça nasceu dele.

3

Filhos de Deus

31Vejam com que amor o Pai nos amou, a ponto de sermos chamados filhos de Deus3,1 Comparar com Jo 1,12.! E somos seus filhos realmente! É por isso que o mundo não nos conhece, uma vez que não conhece a Deus.

2Queridos amigos, agora somos filhos de Deus, mas aquilo que havemos de ser ainda não é totalmente claro. O que sabemos é que, quando Jesus aparecer, havemos de ser iguais a ele, porque havemos de o ver tal como ele é. 3Todo aquele que tem esta esperança purifica-se para ser puro como ele.

4Todo aquele que comete pecados desobedece à lei de Deus, porque o pecado é uma desobediência a Deus. 5E sabem muito bem que Jesus veio para nos tirar os pecados, e nele não há pecado. 6Todo aquele que permanece nele não peca3,6 Ou: continua a pecar.. E todo aquele que peca, não o viu nem o conheceu.

7Meus filhos, não se deixem enganar por ninguém! Todo aquele que pratica a justiça é justo tal como Cristo é justo. 8Todo aquele que peca pertence ao Diabo, porque o Diabo pecou desde o princípio. E o Filho de Deus manifestou-se precisamente para destruir as obras do Diabo. 9Todo aquele que nasceu de Deus não comete pecado, porque nele permanece a semente de Deus. Não pode pecar porque nasceu de Deus.

10A diferença entre os filhos de Deus e os filhos do Diabo é esta: todo aquele que não pratica a justiça e nem ama o seu irmão não é de Deus.

Amor entre os cristãos

11A mensagem que ouviram desde o princípio é esta: amemo-nos uns aos outros3,11 Comparar com Jo 13,34..

12Não como Caim, que era do Maligno e matou o seu irmão. E por que é que ele o matou? Porque as suas ações eram más, ao passo que as do seu irmão eram justas3,12 Ver Gn 4,5–8; 1 Jo 5,18..

13Não se admirem, irmãos, se os que são do mundo vos odeiam3,13 Comparar com Lc 6,22; Jo 15,18–19; 17,14..

14Nós sabemos que passámos da morte para a vida3,14 Ver Jo 5,24. porque amamos os irmãos. Aquele que não ama ainda está morto. 15Todo aquele que tem ódio ao seu irmão é um assassino. E sabem que os assassinos não têm dentro de si a vida eterna.

16Eis como nós podemos saber o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós; portanto, também nós devemos dar a nossa vida pelos nossos irmãos.

17Se alguém possui bens neste mundo e, vendo o irmão em necessidade3,17 Ver Dt 15,7–8; Tg 2,1–4. lhe fechar o seu coração, como permanecerá nele o amor de Deus? 18Meus filhos, não amemos com palavras e discursos, mas com ações e com verdade.

Confiança em Deus

19Desta maneira sabemos que somos da verdade e que a nossa consciência se pode sentir tranquila diante de Deus. 20Se o nosso coração nos acusa, Deus é maior do que o nosso coração e conhece tudo.

21Queridos amigos, se o nosso coração não nos acusa, temos plena confiança em Deus 22e tudo aquilo que lhe pedirmos havemos de o receber, porque obedecemos aos seus mandamentos e fazemos aquilo que lhe agrada.

23E aquilo que ele nos mandou é que acreditemos em Jesus Cristo, seu Filho, e nos amemos uns aos outros como ele nos mandou.

24Aquele que obedece aos mandamentos de Deus permanece em Deus e Deus nele. E sabemos que Deus está em nós graças ao Espírito que ele nos deu.