a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
2

21Destacou, para esse efeito, setenta mil homens, a fim de transportarem materiais, oitenta mil para cortarem pedra na montanha e três mil e seiscentos capatazes.

2Mandou dizer ao rei Hiram de Tiro o seguinte: «Faz comigo o mesmo que fizeste ao meu pai David, a quem enviaste madeira de cedro para construir o seu palácio. 3Eu vou construir um templo em honra do Senhor, meu Deus, para lá queimar incenso ao Senhor e para lhe apresentar diariamente os pães consagrados e para lhe oferecer holocaustos de manhã e de tarde, aos sábados, nas festas do primeiro dia do mês e nas outras festas do Senhor, nosso Deus, segundo o que está determinado em Israel para sempre. 4O templo que vou construir tem de ser grande, pois o nosso Deus é maior que todos os deuses. 5Mas quem será capaz de lhe construir uma morada digna dele, se o céu com toda a sua imensidão não o pode conter? Quem sou eu para lhe construir uma morada? Será apenas um lugar para lhe queimar incenso. 6Envia-me, portanto, um homem especializado no trabalho do ouro, da prata, do bronze e do ferro que seja especializado também em tecidos de púrpura, de cor vermelha e violeta e que saiba da arte da gravura, para dirigir os trabalhadores de Jerusalém ou de qualquer parte do país, que meu pai, David, destacou para isso. 7Manda-me também madeira de cedro, de cipreste e de sândalo, pois eu sei que os teus homens são peritos em cortar a madeira do Líbano. Os meus homens irão ajudar os teus 8e juntamente com eles irão preparar-me grande quantidade de madeira, visto que o templo que eu vou construir há de ser grande e maravilhoso. 9E eu darei aos teus súbditos, cortadores de árvores, seis mil toneladas de trigo, seis mil toneladas de cevada, oitocentos mil litros de vinho e oitocentos mil litros de azeite.»

10Hiram, rei de Tiro, mandou a seguinte resposta, por escrito, a Salomão: «O Senhor ama o seu povo e, por isso, te fez rei desse mesmo povo. 11Bendito seja o Senhor Deus de Israel, criador do céu e da terra, pois deu a David um filho cheio de sabedoria, de inteligência e de prudência, que vai construir um templo para o Senhor e um palácio real para si próprio. 12Vou mandar-te, portanto, um homem inteligente e conhecedor, de nome Huram-Abi2,12 Huram-Abi é chamado Huram em 2 Cr 4,11 e Hiram em 1 Rs 7,13.. 13A mãe dele era da tribo de Dan e o pai era da cidade de Tiro. Ele sabe trabalhar o ouro, a prata, o bronze, o ferro, a pedra, a madeira e os tecidos de púrpura, de cor violeta e avermelhada bem como o linho fino. Conhece também a arte da gravura e é capaz de executar qualquer projeto que lhe seja entregue. Trabalhará com os teus peritos e com aqueles que escolheu o teu pai, o rei David, meu senhor. 14Manda-nos tu o trigo, a cevada, o vinho e o azeite que prometeste. 15Nós iremos cortar nas montanhas do Líbano toda a madeira que precisares e vamos enviar-ta por mar, em jangadas, até Jafa. De lá tu a farás transportar para Jerusalém.»

16Salomão fez de novo o recenseamento de todos os estrangeiros que viviam em Israel, depois daquele que tinha feito seu pai David. Eram cento e cinquenta e três mil e seiscentos. 17Dentre eles, destacou setenta mil para transportarem madeiras, oitenta mil para cortarem pedra na montanha e três mil e seiscentos como capatazes para organizarem o trabalho de toda a gente.

3

A construção do templo

(1 Reis 6,1–38)

31Salomão começou a construir o templo do Senhor em Jerusalém, no monte Moriá, no lugar que seu pai David tinha preparado para esse efeito, na eira do jebuseu Ornan, por ter aparecido lá o Senhor a David. 2Começou a construção no dia dois do segundo mês, no quarto ano do seu reinado. 3Os alicerces para a construção do templo tinham as seguintes medidas: trinta metros de comprimento por dez de largura. 4O pórtico tinha a mesma largura do edifício, ou seja dez metros, e a altura era de sessenta metros3,4 Em 1 Rs 6,2 fala-se de 15 metros de altura.. Salomão revestiu todo o interior de ouro puro. 5O edifício principal foi revestido de madeira de cipreste, coberta de ouro puro nos sítios onde tinham sido representadas as palmeiras e as pequenas correntes. 6Foi decorado também com pedras preciosas. Com o ouro que vinha de Parvaim, 7decorou-se o interior do edifício: as vigas, os umbrais, as paredes e as portas. E foi também com esse ouro que se gravaram os querubins sobre as paredes.

8Construiu-se também a sala do lugar santíssimo, que tinha dez metros de largura, tal como o edifício, e dez metros de comprimento. Gastaram-se cerca de vinte toneladas de ouro fino para revestir o interior. 9Até os pregos eram de ouro e pesavam cerca de quinhentos gramas. As salas do andar superior também foram revestidas de ouro.

10Foram esculpidos dois querubins de metal fundido, recobertos de ouro e foram colocados no lugar santíssimo. 11As asas estendidas dos querubins mediam dez metros. As duas asas de um tinham cerca de dois metros e meio de comprimento. Uma tocava na parede da sala e outra na asa do outro querubim. 12As asas do segundo tinham o mesmo comprimento das do primeiro e da mesma maneira tocavam na parede da sala e no outro querubim. 13Estes querubins estavam de pé, ao lado um do outro, voltados para a entrada. 14Fez-se também uma cortina de linho fino, com cores de violeta, púrpura e avermelhada, bordada com querubins.

15O rei mandou fazer duas colunas com cerca de dezassete metros e mandou-as colocar diante do templo. Cada uma tinha um capitel de dois metros e meio de altura. 16Fez também pequenas correntes como as do santuário e decorações que representavam cem romãs suspensas das correntes. 17Colocou as colunas na fachada do templo, uma à direita e outra à esquerda. À coluna da direita chamou Jaquin e à da esquerda chamou Booz.

4

Mobiliário do templo

(1 Reis 7,23–51)

41O rei Salomão mandou fazer um altar de bronze que media dez metros de comprimento por dez metros de largura e tinha cinco metros de altura. 2Fez também uma grande bacia de bronze para água. Era redonda e tinha cinco metros de diâmetro. Media dois metros e meio de profundidade e quinze metros de circunferência. 3Abaixo do bordo dessa bacia, em toda a volta, havia duas filas de decorações representando touros, dez por cada meio metro, formando uma só peça com a bacia. 4A bacia estava assente sobre doze touros de bronze. Três deles estavam voltados para norte, três para ocidente, três para sul e três para oriente. As patas traseiras ficavam do lado de dentro, debaixo da bacia. 5A parede tinha oito centímetros de espessura e o seu bordo era como o de uma taça em forma de flor-de-lis. Levava cerca de cento e vinte mil litros.

6Fez também dez bacias de bronze e colocou cinco à direita e cinco à esquerda. Era nelas que se lavava tudo o que se utilizava nos holocaustos. A água da bacia grande era para os sacerdotes se lavarem.

7Fez, além disso, dez candelabros de ouro, de acordo com o modelo estabelecido e colocou-os no templo, cinco à direita e cinco à esquerda. 8Fez igualmente dez mesas que colocou no templo, cinco à direita e cinco à esquerda e fez também cem bacias de aspersão em ouro. 9Construiu um átrio para os sacerdotes e ainda o átrio principal, com portas revestidas de bronze. 10A grande bacia foi colocada ao lado direito do templo, no ângulo sudeste.

11Huram fabricou os grandes cinzeiros, as pás e as bacias de aspersão, concluindo assim os trabalhos que o rei Salomão lhe tinha mandado fazer para o templo de Deus. 12Foram estes os seus trabalhos: duas colunas com os dois capitéis redondos no cimo dessas colunas e uma espécie de duas grinaldas que cobriam os capitéis, 13quatrocentas romãs presas a essas duas grinaldas, dispostas em duas filas. Essas grinaldas cobriam os capitéis redondos sobre as colunas. 14Fez também os suportes e as bacias assentes sobre eles, 15a grande bacia para água com os doze touros que a sustentavam, 16os cinzeiros, as pás e as forquilhas. Todos estes objetos que Huram-Abi fez para o templo do Senhor, por ordem de Salomão, eram de bronze polido. 17O rei mandou-os fundir em moldes de terra na planície do Jordão entre Sucot e Sereda. 18Salomão mandou fazer estes objetos em grande quantidade, sem se preocupar em saber qual a quantidade de bronze que ia gastar.

19Salomão mandou também fazer todos os outros utensílios necessários para o templo de Deus e ainda o altar de ouro e as mesas em que se colocavam os pães que se ofereciam a Deus; 20os candelabros de ouro puro, com as suas lâmpadas que deviam estar acesas diante do lugar santíssimo, como estava determinado; 21as figuras de flores, as lâmpadas e os espevitadores, igualmente de ouro puro; 22os canivetes, as bacias de aspersão, as conchas e os turíbulos também de ouro fino; as portas interiores do templo, tanto as do lugar santíssimo como as do edifício principal.