a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
5

A liberdade em Cristo

51Cristo libertou-nos para sermos realmente livres. Portanto, permaneçam firmes e não voltem mais a ser escravos. 2Eu, Paulo, digo-vos que se recebem a circuncisão, Cristo não vos servirá de nada. 3Volto de novo a dizer a todo o homem que se circuncida que está obrigado a cumprir tudo o que manda a lei. 4Todos os que pretendem ser justificados por cumprirem a lei, separaram-se de Cristo e afastaram-se da graça de Deus. 5Quanto a nós, pela fé e pelo poder do Espírito, esperamos o dia em que Deus nos justificará. 6Se estamos unidos a Cristo Jesus, não importa se alguma vez recebemos a circuncisão ou não. O que importa é a fé que se realiza por meio do amor.

7Andavam no bom caminho. Quem fez com que deixassem de seguir a verdade? 8O Deus que vos chamou não foi quem vos induziu a isso. 9Um pouco de fermento faz levedar toda a massa! 10Eu, porém, tenho confiança no Senhor de que vão concordar comigo. Pois Deus castigará quem vos desorienta, seja ele quem for.

11Quanto a mim, meus irmãos, se acham que ainda prego a circuncisão, por que sou perseguido? Se eu pregasse a circuncisão, então a mensagem da morte de Cristo na cruz já não causaria escândalo. 12Aqueles que vos andam a desorientar com a circuncisão seria melhor que se castrassem5,12 A expressão, muito forte, de Paulo, contém uma alusão a um rito que era praticado na Galácia no culto da deusa Cibeles..

13Meus irmãos, foram chamados para a liberdade. Que essa liberdade não seja uma desculpa para seguirem os vossos maus instintos. Pelo contrário, ponham-se ao serviço uns aos dos outros, praticando o amor de Cristo. 14De facto, toda a lei de Deus se resume num só mandamento: Ama o teu próximo como a ti mesmo5,14 Ver Lv 19,18.. 15Mas tenham cuidado! Se andam a morder-se e a devorar-se uns aos outros, acabarão por destruir-se.

Conduzidos pelo Espírito de Deus

16Digo-vos pois: vivam segundo o Espírito de Deus e não sigam os maus instintos. 17É que esses instintos são contrários ao Espírito, e o Espírito é contra tais instintos. 18Se se deixarem orientar pelo Espírito, então já não estão sujeitos à lei.

19São bem conhecidas as obras dos maus instintos: desregramentos sensuais, imoralidades, libertinagem, 20idolatria, superstição, inimizades, intrigas, ciúmes, iras, rivalidades, discórdias, divisões, 21invejas, embriaguez, abusos na comida e outras coisas semelhantes. Previno-vos, como já o fiz de outras vezes, de que os que fazem tais coisas não herdarão o reino de Deus.

22O Espírito, pelo contrário, produz amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, 23modéstia, autodomínio. E contra estas coisas não há lei. 24Os que pertencem a Cristo já se crucificaram a si mesmos com as suas paixões e maus desejos. 25Ora se vivemos por meio do Espírito, devemos deixar-nos guiar por ele. 26Não sejamos orgulhosos, não nos irritemos uns aos outros, nem haja invejas entre nós.

6

Fazer bem a todos

61Meus irmãos, se alguém for apanhado nalguma falta, aqueles que têm o Espírito de Deus levem-no com mansidão ao bom caminho. Mas ao fazer isto cada um deve ter cuidado para não se deixar tentar. 2Ajudem-se uns aos outros a suportar as dificuldades, pois assim cumprem a lei de Cristo. 3Se alguém julga ser alguma coisa, quando não é nada, engana-se a si mesmo. 4Cada um deve julgar as suas ações. E se tiver motivo de orgulho, que seja apenas consigo mesmo, sem se comparar com os outros. 5Pois cada um tem as suas próprias dificuldades para suportar.

6Quem recebe instrução sobre a palavra de Deus deve compartilhar todos os seus bens com quem o ensina. 7Não se enganem: com Deus não se brinca. Cada um há de colher aquilo que semeou. 8Aquele que semeia o que agrada aos maus instintos terá uma colheita de perdição, mas quem semeia o que agrada ao Espírito terá uma colheita de vida eterna. 9Não nos cansemos de praticar o bem pois, se não desanimarmos, teremos a colheita no tempo devido. 10Portanto, enquanto é tempo, façamos o bem a todos, especialmente aos que pertencem à nossa família na fé.

Saudações e recomendações

11Vejam com que grandes letras vos escrevo pela minha própria mão!

12Aqueles que, para agradar às pessoas, vos querem obrigar a receber a circuncisão, fazem isso para não serem perseguidos por causa da cruz de Cristo6,12 No mundo romano os circuncidados estavam em segurança, porque as instituições judaicas eram reconhecidas e aceites. Os cristãos, porque não eram circuncidados, não gozavam de qualquer proteção.. 13Esses que praticam a circuncisão não seguem a lei, mas querem sujeitar-vos à circuncisão para se poderem gabar de vos terem imposto essa marca no corpo. 14Quanto a mim, não quero gabar-me a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo. Com efeito, pela cruz de Cristo, o mundo está morto para mim e eu para o mundo. 15Estar circuncidado ou não, de nada vale. O que importa é ter uma vida nova.

16Que a paz e a bondade de Deus estejam com todos os que vivem segundo esta regra e com o Israel de Deus. 17Daqui para o futuro, que ninguém me crie dificuldades, pois trago no meu corpo as marcas que mostram que sou de Jesus6,17 As marcas dos sofrimentos que Paulo teve de suportar ao serviço de Jesus..

18Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos vós, meus irmãos. Ámen.