a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
5

Aviso aos ricos

51Aos ricos eu digo, chorem em altos brados pelas desgraças que vos vão acontecer. 2A vossa riqueza está podre e as vossas roupas estão roídas pela traça. 3O vosso ouro e a vossa prata desfazem-se5,3 Sobre os v. 2–3, ver Mt 6,19.. E isso há de ser a prova do vosso engano e há de ser como fogo que devora a vossa carne, pois amontoaram riquezas nos últimos dias.

4Não pagaram o salário aos trabalhadores que ceifavam as vossas searas. O seu salário roubado protesta contra vós5,4 Comparar com Lv 19,13; Dt 24,14–15. e os gritos dos ceifeiros já chegaram aos ouvidos de Deus todo-poderoso. 5Passaram a vida no luxo e nos prazeres. O que fizeram foi engordar, como animais para o dia da matança. 6Condenaram e mataram o justo, que não é capaz de vos resistir5,6 Ou: mataram o inocente e Deus não vos iria contrariar?.

Oração e coragem

7Portanto, irmãos, sejam pacientes, esperando a vinda do Senhor. Vejam como o camponês espera o precioso fruto da terra. Ele espera com paciência até que venham as chuvas do outono e as da primavera5,7 Comparar com Dt 11,14; Jr 5,24; Jl 2,23.. 8Sejam também pacientes. Ganhem coragem, porque a vinda do Senhor está próxima.

9Irmãos, não murmurem uns contra os outros para não serem julgados por Deus. Olhem que o juiz está à porta. 10Sigam o exemplo de coragem e de paciência dado pelos profetas que falaram em nome do Senhor. 11Nós louvamos aqueles que perseveraram. Já vos falaram da perseverança de Job e conhecem também a recompensa que o Senhor, por fim, lhe deu. De facto, o Senhor é cheio de misericórdia e compaixão5,11 Ver Jb 1,20–22; 2,10; Comparar com Ex 34,6; Sl 103,8; 111,4..

12Sobretudo, irmãos, não façam juramentos nem pelo Céu, nem pela Terra, nem por coisa nenhuma. Digam «sim», quando for sim, e «não», quando for não. De outro modo, ficarão sujeitos ao juízo de Deus5,12 Comparar com Mt 5,34–37..

13Quando algum dos vossos estiver em sofrimento, recorra à oração; quando estiver contente, cante louvores a Deus. 14E quando alguém estiver doente, mande chamar os responsáveis da igreja, para orarem por ele, derramando óleo sobre ele, em nome do Senhor5,14 Comparar com Mc 6,13.. 15Esta oração, feita com fé, dará a saúde ao doente e o Senhor há de restabelecê-lo. E, se cometeu algum pecado, será perdoado. 16Portanto, devem confessar uns aos outros os próprios pecados e orar uns pelos outros para serem curados. A oração atua poderosamente quando é feita por uma pessoa justa.

17Elias, que era um ser humano como nós, pediu a Deus que não chovesse e durante três anos e meio não voltou a chover. 18Depois, pediu de novo a Deus, a chuva tornou a cair e a terra produziu os seus frutos5,18 Sobre os v. 17–18, ver 1 Rs 17,1; 18,1; 18,42–45; Lc 4,25..

19Meus irmãos, se algum de vós se desviar do caminho da verdade e alguém o trouxer de novo, 20lembrem-se disto: aquele que ajuda um pecador a abandonar o seu caminho errado salva-lhe a vida e alcança o perdão de muitos pecados5,20 Ou, segundo alguns manuscritos: salva-se a si mesmo de morrer como pecador..