a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
10

Castigo de Nadab e Abiú

101

10,1
Lv 16,112
22,9
Nm 3,3-4
16,18
26,61
1 Cr 24,2
10,1
Ex 30,9
Nadab e Abiú, filhos de Aarão, agarraram cada um no seu incensário, colocaram neles brasas e por cima puseram incenso e foram apresentar incenso ao Senhor, transgredindo as normas que o Senhor lhes tinha dado. 2
10,2
Lv 9,24
Nm 16,35
2 Sm 6,7
Um fogo saiu então do santuário, que os devorou e eles morreram ali mesmo, no santuário.

3

10,3
Ex 19,22
29,43
Lv 21,61721
Ez 20,41
28,22
Is 49,3
Jo 13,31-32
14,13
2 Ts 1,10
10,3
Sl 39,9
Moisés disse então a Aarão: «Era a isto que o Senhor se referia, quando disse:

“Aos que se aproximam de mim mostrarei que sou santo

e a todo o povo manifestarei o meu poder!”»

Aarão nada respondeu10,3 Ou: entoou uma lamentação..

4

10,4
Ex 6,1822
Nm 3,1930
10,4
Lc 7,12
At 5,69-10
8,2
Moisés chamou Misael e Elçafan, filhos de Uziel, tio de Aarão, e disse-lhes: «Vão retirar os vossos parentes da frente do santuário para fora do acampamento.» 5Eles aproximaram-se, puxaram os cadáveres pelas túnicas e levaram-nos para fora do acampamento, como Moisés tinha ordenado.

6

10,6
Ex 35,5
Lv 13,45
21,110Js 7,1
22,1820
2 Sm 24,1
Ez 24,16-17
Moisés disse ainda a Aarão e a Eleazar e Itamar, seus filhos: «Não devem pôr o cabelo em desalinho nem rasgar as roupas, em sinal de luto, porque nesse caso teriam de morrer e provocariam a ira de Deus contra toda a comunidade10,6 Estas manifestações habituais de luto são proibidas aos sacerdotes, por causa da sua consagração (v. 7).. E os vossos irmãos israelitas teriam que chorar todos os que o Senhor fizesse morrer pelo fogo. 7
10,7
Ex 28,41
Lv 8,30
21,12
E não saiam de junto da tenda do encontro, senão terão que morrer, pois foram consagrados ao Senhor pelo óleo da consagração.» E eles fizeram como Moisés tinha ordenado.

Deveres e obrigações dos sacerdotes

8O Senhor disse a Aarão: 9

10,9
Ez 44,21
Lc 1,15
1 Tm 3,3
Tt 1,7
«Quando tu e os teus filhos tiverem que entrar na tenda do encontro, não devem beber vinho nem outras bebidas alcoólicas, senão correm o risco de morrer. É uma lei válida para sempre, para todos os vossos descendentes. 10
10,10
Lv 11,47
20,25
Jr 15,19
Ez 22,26
44,23
Assim poderão distinguir o que é sagrado do que é profano, o que é puro do que é impuro 11
10,11
Dt 24,8
Ne 8,28-913
Ml 2,7
e instruir os israelitas no cumprimento das leis que o Senhor lhes comunicou, por meio de Moisés.»

12

10,12
Ex 29,2
Lv 6,16
10,12
Lv 21,22
Moisés disse a Aarão e aos dois filhos que lhe tinham ficado, Eleazar e Itamar: «Com o resto que ficou das ofertas apresentadas ao Senhor façam pães sem fermento e comam-nos junto do altar, porque pertencem ao número das coisas mais sagradas 13
10,13
Lv 2,3
6,16
e devem comê-las em lugar sagrado. Esta é uma porção que te pertence, a ti e aos teus filhos, nas ofertas feitas ao Senhor. Estas foram as ordens que recebi10,13 Ver 6,7–11..

14

10,14
Ex 29,2426-27
Lv 7,3134
Nm 18,11
O peito e a coxa dos animais oferecidos em sacrifício de comunhão e apresentados com o gesto ritual, deves comê-los em lugar ritualmente puro, tu e os teus filhos e filhas, porque são a porção que te pertence nas ofertas feitas a Deus. 15
10,15
Lv 7,29-3034
Os israelitas devem entregar sempre o peito e a coxa do animal oferecido em sacrifício de comunhão, juntamente com as gorduras, para serem apresentados com o gesto ritual diante do Senhor: essa será a porção que te pertence e aos teus filhos, como direito vosso para sempre. Foi o Senhor que assim o ordenou10,15 Ver 7,30–34.

16

10,16
Lv 9,315
Moisés perguntou então onde estava o bode do sacrifício pelo perdão10,16 Ver 9,3.15., mas ele já tinha sido queimado. Moisés ficou zangado com Eleazar e Itamar, os dois filhos de Aarão que tinham ficado vivos, e disse-lhes: 17
10,17
Lv 6,26
«Por que não comeram a vítima do sacrifício no lugar consagrado, dado que pertence ao número das coisas mais sagradas e foi-vos entregue para livrarem a comunidade das suas culpas e fazerem por eles o ritual do perdão, diante do Senhor10,17 Ver 6,17–19.? 18
10,18
Lv 6,30
10,18
Lv 6,26
O sangue da vítima não foi levado ao interior do santuário. Por isso, deviam ter comido a sua carne no santuário, conforme as ordens que recebi.»

19

10,19
Lv 9,812
10,19
Jr 6,20
14,12
Os 9,4
Ml 1,1013
Aarão disse a Moisés: «Neste dia em que os meus filhos apresentaram ao Senhor os seus sacrifícios pelo pecado e os seus holocaustos e me aconteceram coisas como esta, será que agradaria ao Senhor que eu fosse ainda comer a vítima do sacrifício?»

20E Moisés achou que a resposta de Aarão era aceitável.

11

Animais puros e impuros

111O Senhor disse a Moisés e a Aarão 2

11,2
Dt 14,4
At 10,1214
que comunicassem aos israelitas as seguintes ordens11,2 Há uma lista semelhante em Dt 14,3–30. A identificação de alguns animais não é muito segura.: «De todos os animais que vivem em terra, são estes os que podem comer: 3Todos os que tiverem a unha do pé dividida em dois cascos diferentes e forem ruminantes, desses podem comer. 4Por isso, não devem comer dos seguintes, ainda que sejam ruminantes ou tenham a unha dividida: o camelo, pois rumina mas não tem a unha dividida; devem considerá-lo impuro; 5o coelho, que rumina mas não tem a unha dividida; devem considerá-lo impuro; 6a lebre, que rumina11,6 A lebre parece ruminar pelo movimento que faz com os lábios., mas não tem a unha dividida; devem considerá-la impura; 7o porco, que tem a unha dividida em dois cascos, mas não rumina; devem considerá-lo impuro.

8

11,8
Is 52,11
63,317
65,4
Mt 15,1120
Mc 7,21518
At 10,14-15
15,29
Rm 14,1417
1 Co 8,8
Cl 2,1621
Hb 9,10
Não devem comer a carne de nenhum destes animais nem devem tocar no seu cadáver. Devem considerá-los impuros.

9

11,9
Dt 14,9
Dos animais que vivem na água, podem comer de todos os que têm barbatanas e escamas, quer sejam do mar quer sejam dos rios. 1011,10 ou criatura vivente
11,10
Lv 7,18
Dt 14,3
Mas dos répteis e animais que vivem na água e que não têm escamas e barbatanas não devem comer; são uma coisa imunda. 11Considerem-nos uma coisa imunda; não comam da sua carne e considerem o seu cadáver como uma imundície. 12Portanto, qualquer animal aquático sem escamas nem barbatanas, considerem-no imundo.

13

11,13
Dt 14,12
Das aves, devem também considerar imundas e portanto não devem comer das seguintes: a águia, o xofrango, o esmerilhão, 14o falcão e todas as espécies de abutres, 15todas as espécies de corvos, 16a avestruz, a andorinha, a gaivota e todas as espécies de gaviões, 17a coruja, o milhafre e o mocho, 18o íbis, o pelicano e o corvo marinho, 19a cegonha, toda a espécie de garças, o faisão e o morcego.

20Todos os insetos voadores que andam com quatro patas devem considerá-los coisas imundas. 21Só podem comer dos insetos voadores que andam com quatro patas que tiverem as pernas traseiras maiores do que as dianteiras, para com elas poderem saltar. 22

11,22
Mt 3,4
Mc 1,6
Podem comer, portanto, dos seguintes: gafanhoto, locusta, saltão e grilo, em qualquer das suas espécies. 23Mas os outros insetos que andam com quatro patas devem considerá-los imundos.»

Animais que causam impureza

24«Quem tocar no cadáver dum dos animais referidos ficará impuro durante todo aquele dia. 25

11,25
Lv 14,8
15,5
Nm 19,1022
31,24
Quem transportar o cadáver dum deles tem de lavar as suas roupas e fica impuro todo o dia.

26Quem tocar em qualquer animal que não tiver dois cascos diferentes nem for ruminante, ainda que tenha a parte superior da unha dividida, ficará impuro.

27Considerem também impuros todos os animais quadrúpedes que caminham sobre a planta dos pés11,27 Por exemplo, os ursos.. Quem tocar no cadáver dum deles ficará impuro durante todo aquele dia. 28E quem transportar o cadáver dum deles terá de lavar as suas roupas e ficará impuro durante todo aquele dia. Considerem-nos como coisas impuras.

29

11,29
Is 66,17
Dos bichos que vivem em terra, devem considerar impuros: a toupeira, o rato e o lagarto em todas as suas espécies, 30o ouriço cacheiro, o crocodilo, a salamandra, a lagartixa e o camaleão. 31São esses que devem considerar imundos dentre os répteis. E quem tocar neles, depois de estarem mortos, ficará impuro durante todo aquele dia. 32
11,32
Lv 15,12
E tudo aquilo sobre o que eles caírem ao morrer, sejam utensílios de madeira, roupas, peles ou sacos, seja o que for de que as pessoas se sirvam para qualquer tarefa, fica impuro. Devem meter esse objeto em água e considerá-lo impuro durante todo aquele dia. Depois ficará de novo puro.

33

11,33
Lv 6,28;
Se algum desses animais cair dentro dum recipiente de barro, o recipiente tem que ser quebrado e aquilo que se encontrar dentro ficará impuro. 34Se se derrama água desse recipiente sobre um alimento permitido, este fica impuro; do mesmo modo, se se trata duma bebida permitida, ficará também impura.

35Qualquer objeto sobre o qual cair o cadáver dum desses animais ficará impuro; se for um forno ou um fogão, devem destruí-los: são impuros e devem considerá-los como tais. 36Contudo, se for uma fonte ou uma cisterna, a água ficará pura; mas aquele que tocar no cadáver desses animais ficará impuro.

37Se o cadáver cair sobre sementes destinadas à sementeira, essa semente ficará pura; 38mas se a semente foi molhada com água e um cadáver desses animais caiu sobre ela, devem considerá-la impura.

39Quando morrer um animal dos comestíveis, aquele que tocar no seu cadáver ficará impuro durante todo esse dia. 40

11,40
Lv 17,15
Dt 14,21
Ez 4,14
44,31
Aquele que comer do animal morto tem de lavar as suas roupas e fica impuro durante todo o dia; e quem transportar o seu cadáver tem de lavar as suas roupas e fica impuro durante todo o dia.

41Os répteis que rastejam pelo chão são coisas imundas; não se devem comer, 42tanto os que se arrastam sobre o ventre como os que caminham com quatro patas ou com muitas. Não os devem comer, porque são coisas imundas.

43

11,43
Lv 20,25
Não se sujem com uma imundície dessas, para não ficarem impuros, ao contacto com eles. 44
11,44
Ex 19,6
Lv 19,2
20,726
1 Ts 4,7
1 Pe 1,16
Eu sou o Senhor, vosso Deus. Comportem-se como pessoas santas, porque eu sou santo! E não se sujem com esses animais que se arrastam pelo chão!

45

11,45
Ex 6,7
Lv 11,44
Na verdade, eu sou o Senhor que vos fez sair do Egito, para ser o vosso Deus. Sejam, por isso, santos, porque eu sou santo11,45 Ver Lv 19, 2; 1 Pe 1,16.!

4611,46 ou criatura viventeEstas são as normas relativas aos animais, às aves e a todos os seres vivos que vivem na água e a todos os répteis que rastejam pelo chão. 47

11,47
Lv 10,10
Elas servem para distinguir o que é impuro do que é puro e os que se podem comer dos que se não podem comer.»

12

Purificação depois do parto

121O Senhor disse a Moisés 2

12,2
Lv 15,19
Lc 2,22
que comunicasse aos israelitas as seguintes instruções: «Uma mulher que ficar grávida e der à luz um menino ficará impura durante sete dias, como se fosse o tempo da sua menstruação. 3
12,3
Gn 17,12
Lc 1,59
2,21
Jo 7,22-23
Ao oitavo dia, faz-se a cerimónia da circuncisão12,3 Ver Gn 17,10 e nota; 17,12; Lc 2,21. do menino.

4Depois espera mais trinta e três dias, até ficar purificada do sangue perdido; entretanto não deve tocar em nada de sagrado nem ir ao santuário, até estar terminado este período de purificação.

5Se tiver dado à luz uma menina, ficará impura duas semanas, como se fosse o tempo da sua menstruação e espera sessenta e seis dias, até ficar purificada do sangue perdido.

6

12,6
Lc 2,22
Terminado o período de purificação pelo nascimento dum menino ou duma menina, irá entregar ao sacerdote, à entrada da tenda do encontro, um cordeiro de um ano para um holocausto, e um pombo ou uma rola como sacrifício pela expiação do pecado. 7O sacerdote apresenta-a diante do Senhor, faz por ela o ritual do perdão e ela fica purificada daquela perda de sangue.

Estas normas devem ser seguidas pela mulher que deu à luz, quer lhe tenha nascido um filho ou uma filha.

8

12,8
Lv 5,7
Lc 2,24
12,8
Lv 4,26
Se ela não tiver possibilidades para as ofertas indicadas, então ofereça um par de rolas ou dois pombinhos12,8 Ver Lc 2,24., um para o holocausto e outro para o sacrifício pelo pecado. O sacerdote faz por ela o ritual da expiação e ela fica purificada.»