a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
120

Oração pedindo ajuda

1201Cântico de peregrinação.

Na minha angústia, clamei ao Senhor e ele ouviu-me.

2Livra-me, Senhor, dos mentirosos e dos caluniadores.

3Que castigo ele vos vai infligir, ó caluniadores?

4Serão setas agudas de guerreiro

e carvões acesos de madeira de zimbro!

5Ai de mim que vivo entre bárbaros

e tenho de habitar com gente estranha120,5 Literalmente: Ai de mim que vivo em Mesec e tenho de habitar nas tendas de Quedar. Povos que respresentavam os bárbaros e os pagãos.!

6Já vivi demasiado tempo

entre aqueles que odeiam a paz.

7Quando lhes falo de paz,

logo eles falam de guerra!

121

O Senhor é quem protege

1211Cântico de peregrinação.

Levanto os olhos para a montanha,

de onde me virá o auxílio.

2O meu auxílio vem do Senhor,

que fez o céu e a terra.

3Ele não te deixará cair;

aquele que te protege está sempre alerta!

4Aquele que protege Israel não dorme,

está sempre alerta.

5É o Senhor que te protege

e está ao teu lado, para te guardar.

6O Sol não te fará mal durante o dia,

nem de noite a Lua te incomodará.

7O Senhor protege-te de todo o mal;

é ele que protege a tua vida.

8O Senhor te protege quando sais e quando voltas,

agora e para sempre.

122

Em louvor de Jerusalém

1221Cântico de peregrinação. Salmo da coleção de David.

Que alegria, quando me disseram:

«Vamos ao templo do Senhor

2Já estamos mesmo a chegar

às tuas portas, Jerusalém,

3Jerusalém que é como uma cidade muralhada

bem articulada no seu conjunto.

4É lá que vão as tribos, as tribos do Senhor,

para cumprir a obrigação de Israel,

para louvar o nome do Senhor.

5Nela estão os tribunais de justiça,

os tribunais da casa real de David.

6Que eles orem pela tua paz, Jerusalém;

vivam tranquilos aqueles que te amam;

7haja paz dentro das tuas muralhas

e bem-estar nos teus palácios.

8Por amor dos meus parentes e amigos direi:

«Que tu possas viver em paz!»

9Pelo templo do Senhor, nosso Deus,

pedirei pelo teu bem-estar.