a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
136

O seu amor é eterno

1361Louvem o Senhor, porque ele é bom;

o seu amor é eterno136,1 Ver 106,1. A frase o seu amor é eterno aparece repetida em todos os versículos deste salmo, como se fosse o coro ou a assembleia a responder.

2Louvem o Deus dos deuses;

o seu amor é eterno!

3Louvem o Senhor dos senhores;

o seu amor é eterno!

4Só ele faz maravilhas;

o seu amor é eterno!

5Fez os céus com sabedoria;

o seu amor é eterno!

6Estendeu a terra sobre as águas;

o seu amor é eterno!

7Fez os grandes luzeiros;

o seu amor é eterno!

8O Sol para iluminar o dia;

o seu amor é eterno!

9A Lua e as estrelas para iluminarem a noite;

o seu amor é eterno!

10Matou os primogénitos dos egípcios136,10 Ver Sl 135,8; Ex 12,29.;

o seu amor é eterno!

11Tirou do Egito o povo de Israel;

o seu amor é eterno!

12Mostrou a sua mão forte e o seu braço estendido;

o seu amor é eterno!

13Dividiu ao meio o Mar Vermelho;

o seu amor é eterno!

14Fez passar o seu povo através dele;

o seu amor é eterno!

15Afundou o faraó e o seu exército no Mar Vermelho;

o seu amor é eterno!

16Conduziu o seu povo pelo deserto;

o seu amor é eterno!

17Feriu de morte reis poderosos;

o seu amor é eterno!

18Tirou a vida a grandes reis;

o seu amor é eterno!

19Seon, rei dos amorreus;

o seu amor é eterno!

20E Og, o rei de Basã;

o seu amor é eterno!

21Deu as terras deles ao seu povo;

o seu amor é eterno!

22Deu-as a Israel, seu servo;

o seu amor é eterno!

23Não se esqueceu de nós, quando estávamos derrotados;

o seu amor é eterno!

24E livrou-nos dos nossos inimigos;

o seu amor é eterno!

25Ele dá alimento a todos os seres vivos;

o seu amor é eterno!

26Louvem o Deus do céu;

o seu amor é eterno!

137

Junto aos rios da Babilónia

1371Sentados junto aos rios da Babilónia,

chorámos, recordando-nos de Sião.

2Nos salgueiros que lá havia

pendurámos nossas harpas.

3Os que nos levaram cativos pediam-nos uma canção;

os que nos tinham oprimido

pediam que os alegrássemos e diziam:

«Cantem-nos um cântico de Sião!»

4Mas como poderíamos nós cantar um cântico do Senhor,

estando numa terra estranha?

5Se me esquecer de ti, Jerusalém,

fique inutilizada a minha mão direita.

6Se de ti me não lembrar, Jerusalém,

se não fizer de ti a minha suprema alegria,

que a língua se me pegue ao céu da boca.

7Lembra-te, Senhor, do que fizeram os edomeus

no dia em que Jerusalém foi capturada:

lembra-te como eles gritavam: «Arrasem-na!

Arrasem-na até aos alicerces!»

8E quanto a ti, Babilónia destruidora137,8 Ou: que vai ser destruída.,

feliz o homem que te retribuir pelo que nos fizeste!

9Feliz o que pegar nas tuas crianças

e as esmagar contra o rochedo!

138

Hino de ação de graças

1381Salmo da coleção de David.

Dou-te graças, Senhor, de todo o meu coração;

canto-te hinos a ti e não aos outros deuses138,1 Ou: diante dos deuses. Ou: na presença das forças do céu. A antiga tradução grega fala de anjos, em vez de deuses..

2Ajoelho-me na direção do teu santo templo,

para te dar graças pelo teu amor e fidelidade,

pois puseste a tua promessa acima de tudo.

3Quando te chamei, respondeste-me

e aumentaste as minhas forças.

4Todos os reis da terra te louvarão, ó Senhor,

ao escutarem as tuas palavras.

5Louvarão o Senhor pelo que tem feito,

pois grande é o seu poder.

6Embora o Senhor esteja muito alto,

repara no homem humilde

e reconhece de longe o orgulhoso.

7Quando me encontro em perigo,

tu manténs-me vivo;

tu opões-te aos meus inimigos e salvas-me pelo teu poder.

8Ó Senhor, cumpre o que me prometeste!

O teu amor é eterno!

Não me desprezes, que sou obra das tuas mãos!