a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
62

Deus, único refúgio

621Ao diretor do coro. Para Jedutun. Salmo da coleção de David.

2Só em Deus encontro paz;

dele vem a minha salvação.

3Só ele me protege e salva.

Não serei abalado, porque ele é o meu refúgio.

4Até quando pretendem atacar um homem?

Até que ele morra às vossas mãos,

como se fosse uma parede a cair

ou como um muro em ruínas?

5Só pensam em violência

e para causarem ruína recorrem à mentira.

Tecem louvores com os seus lábios,

mas amaldiçoam com os pensamentos.

6Só em Deus encontro paz;

dele vem a minha esperança.

7Só ele me protege e salva.

Não serei abalado, porque ele é o meu refúgio.

8De Deus dependem a minha salvação e honra;

ele é a minha proteção e o meu refúgio.

9Que todos confiem sempre nele

e lhe falem com toda a confiança!

Deus é o nosso refúgio!

10Na verdade, os homens são uma ilusão;

grandes ou pequenos, não passam de mentira,

juntos numa balança não param de subir,

e pesam menos que o vento.

11Não queiram confiar na opressão,

nem se iludam com aquilo que é roubado.

Se virem aumentar as vossas riquezas,

não ponham nelas a vossa confiança.

12Mais do que uma vez ouvi

estas palavras que Deus disse:

«O poder pertence a Deus.»

13Tu, Senhor, és a bondade

e recompensas cada um, segundo as suas ações62,13 Ver Jr 17,10; Jb 34,11; Mt 16,27; Rm 16,27; Ap 2,23..

63

Bondade de Deus

631Salmo da coleção de David, aludindo à ocasião em que ele se encontrava no deserto de Judá63,1 Ver 1 Sm 23,14; 24,2..

2Ó Deus, tu és o meu Deus! Sem cessar te procuro!

A minha alma está sedenta de ti;

todo o meu ser te deseja,

como a terra árida, exausta e sem água.

3Quero ver-te no teu santuário

e contemplar o teu poder e a tua glória,

4porque o teu amor é mais precioso do que a vida!

Com os meus lábios te louvarei

5e toda a minha vida te bendirei;

a ti levantarei as mãos em oração63,5 Ver 28,2 e nota..

6A minha alma ficará satisfeita;

como se tivesse comido uma deliciosa refeição.

Os meus lábios te louvarão alegremente.

7Quando estou deitado lembro-me de ti;

se fico acordado, medito em ti,

8porque tu és o meu auxílio.

Cantarei feliz debaixo das tuas asas!

9A minha alma está unida a ti

e a tua mão mantém-me seguro.

10Os que procuram a minha ruína

cairão nas profundezas do abismo.

11Eles morrerão à espada

e serão pasto dos animais selvagens!

12Mas o rei alegrar-se-á em Deus;

cantarão louvores os que juram por ele,

mas os mentirosos serão calados.

64

Oração pedindo ajuda

641Ao diretor do coro. Salmo da coleção de David.

2Ó Deus, escuta a minha oração;

protege-me do conluio dos meus inimigos.

3Afasta-me dos planos dos malfeitores;

livra-me da conspiração dos malvados.

4Aguçam a sua má língua como espadas

e lançam como flechas palavras venenosas.

5Do seu esconderijo disparam contra o inocente,

disparam de surpresa e sem receio.

6Animam-se entre si a fazer mal;

preparam armadilhas escondidas

e dizem: «Quem vai reparar?»

7Inventam maldades e escondem os seus planos,

porque é muito fundo o coração do homem.

8Mas Deus disparará sobre eles as suas flechas

e de surpresa os ferirá;

9cairão pelas suas próprias palavras

e aqueles que os virem troçarão deles.

10Todos ficarão impressionados

e reconhecerão o poder de Deus

meditando no que ele fez.

11O homem justo encontra no Senhor a sua alegria

e todos os retos de coração se hão de gloriar.