a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
70

Pedindo a ajuda de Deus

(Salmos 40,14–18)

701Ao diretor do coro. Em Memorial. Salmo da coleção de David.

2Vem depressa, ó Deus, para me livrares!

Vem depressa, Senhor, em meu socorro!

3Sejam confundidos e cobertos de vergonha

os que procuram tirar-me a vida;

retirem-se e corem de vergonha os que me querem mal!

4Retrocedam envergonhados os que troçam de mim!

5Mas encham-se de alegria todos os que te procuram;

e os que desejam a tua salvação digam constantemente:

«Deus é grande!»

6Eu sou pobre e necessitado;

ó Deus, vem depressa ajudar-me.

Tu és o meu auxílio, o meu libertador;

não tardes, Senhor!

71

Prece de um ancião

711Em ti, Senhor, procuro refúgio;

não deixes que eu fique confundido.

2Livra-me e protege-me, tu que és justo!

Digna-te escutar-me e salva-me!

3Sê tu a minha proteção e o meu refúgio,

tu que prometeste vir sempre em meu auxílio.

Tu és o meu rochedo e a minha fortaleza!

4Livra-me, meu Deus, das mãos do homem mau,

das mãos do opressor e do violento,

5pois tu, Senhor, desde a juventude

tu és minha esperança e confiança.

6Em ti encontro amparo, desde o ventre de minha mãe;

desde o nascimento tu me sustentas!

Louvar-te-ei para sempre!

7Sou motivo de assombro para muitos,

porque tu és o meu refúgio.

8A minha boca não para de te louvar;

todo o dia proclamo a tua glória.

9Não me desprezes na velhice;

não me desampares, quando já não tiver forças.

10Os meus inimigos falam contra mim;

os que querem matar-me conspiram,

11e dizem: «Deus abandonou-o; persigam-no,

agarrem-no, que ninguém o pode salvar!»

12Ó Deus, não te afastes de mim;

meu Deus, vem depressa em meu socorro!

13Sejam confundidos e destruídos

os que atentam contra a minha vida!

Sejam postos a ridículo

os que querem a minha desgraça!

14Eu, porém, esperarei continuamente

e hei de louvar-te cada vez mais.

15Todo o dia anunciarei que nos salvaste

e contarei os teus atos de justiça,

apesar de eles serem incontáveis.

16Eu entrarei na fortaleza do teu santuário, ó Senhor,

e proclamarei que só tu és justo!

17Instruíste-me, ó Deus, desde a minha juventude

e continuo a anunciar os teus prodígios.

18Agora, que estou velho e de cabelos brancos,

ó Deus, não me abandones,

pois tenho que contar, a esta geração e às que hão de vir,

o teu poder e a tua força.

19A tua generosidade, ó Deus, é tão grande como o céu;

fizeste grandes coisas, ninguém é como tu!

20Ainda que me tenhas feito passar por muitos males e aflições,

hás de dar-me nova vida

e farás com que eu saia das profundezas da terra.

21Aumentarás a minha honra

aproximando-te para me reconfortares.

22Por isso, quero louvar-te ao som da harpa,

louvar a tua fidelidade, meu Deus;

quero cantar-te ao som da cítara, ó Deus santo de Israel.

23Vibrarei de alegria, ao cantar-te salmos

vibrará todo o meu ser, que tu salvaste.

24Falarei da tua generosidade todo o dia,

pois ficaram confundidos e cheios de vergonha

os que procuravam fazer-me mal.

72

Oração pelo rei

721Salmo da coleção de Salomão.

Ó Deus, concede ao rei a tua retidão

e ao príncipe a tua justiça,

2para que julgue o teu povo com justiça

e trate os humildes com retidão.

3Que as montanhas e as colinas

tragam ao povo justiça e paz.

4Que o rei proteja os humildes do povo;

que ele ajude os necessitados

e esmague os opressores!

5Que todos te adorem, enquanto o Sol brilhar;

enquanto houver luar, por todo o sempre!

6Que o rei seja como a chuva sobre os campos,

como os aguaceiros que regam a terra!

7Que a paz e a justiça floresçam nos seus dias,

e que durem enquanto a Lua brilhar no céu!

8Que ele domine de um mar ao outro72,8 Isto é, do mar Morto ao mar Mediterrâneo. Ver Zc 9,10.,

do grande rio ao extremo da terra.

9Os povos do deserto curvar-se-ão diante dele;

os seus inimigos atirar-se-ão por terra!

10Os reis de Társis e das ilhas oferecerão tributos;

os reis de Sabá e de Seba mandarão presentes!

11Todos os reis se curvarão diante dele;

todas as nações o servirão!

12Ele livrará o pobre que o invoca

e o necessitado, que não tem quem o ajude.

13Terá compaixão dos humildes

e salvará a vida aos necessitados.

14Há de livrá-los da opressão e da violência,

pois as suas vidas são preciosas para ele.

15Viva o rei! Que lhe deem ouro de Sabá!

Continuamente se pedirá por ele,

todos os dias se pedirá a Deus que o abençoe.

16Que o país se cubra com abundância de trigo,

ondulando sobre as colinas,

que ele produza e floresça como o Líbano

e brotem as espigas como a erva no campo!

17Que o nome do rei permaneça para sempre;

que a sua fama dure enquanto o Sol brilhar!

Que por meio dele se sintam abençoadas

e o felicitem todas as nações!

18Bendito seja Deus, o Senhor e Deus de Israel,

o único que realiza maravilhas.

19Bendito seja para sempre o seu nome glorioso

e que toda a terra se encha da sua glória!

Ámen! Ámen!

20Aqui terminam as orações da coleção de David, filho de Jessé.