a BÍBLIA para todos Edição Comum (BPT)
84

Saudades da casa de Deus

841Ao diretor do coro. Com a Lira de Gat. Salmo da coleção dos filhos de Corá.

2Como é agradável o teu santuário,

ó Senhor todo-poderoso!

3A minha alma anseia e tem saudades dos átrios do Senhor;

todo o meu ser canta de alegria ao Deus vivo!

4Até os pardais encontram abrigo

e as andorinhas um ninho,

para si e para os seus filhos,

junto dos teus altares, Senhor todo-poderoso,

meu rei e meu Deus.

5Felizes os que habitam na tua casa

e te louvam sem cessar;

6felizes os que em ti encontram auxílio,

os que desejam peregrinar até ao monte Sião.

7Que eles façam correr torrentes no vale,

e façam dele um lugar de nascentes

e que Deus o cubra de cisternas.

8Eles avançaram cada vez com mais coragem

até se apresentarem em Sião diante de Deus.

9Senhor, Deus todo-poderoso, escuta a minha oração;

presta-me ouvidos, ó Deus de Jacob!

10Repara, ó Deus, no escudo que nos defende;

olha pelo rei que é o teu ungido84,10 Ou: escolhido..

11Vale mais passar um dia nos teus átrios,

do que mil fora deles!

Antes quero ficar à porta da casa do meu Deus

do que habitar nas tendas dos maus.

12Porque o Senhor é nossa luz e proteção;

ele ama e honra os que vivem em retidão

e não lhes recusa nenhum bem.

13Ó Senhor todo-poderoso,

felizes aqueles que em ti confiam!

85

Oração pela restauração de Israel

851Ao diretor do coro. Salmo da coleção dos filhos de Corá.

2Senhor, tu foste generoso para com esta terra.

Devolveste a Israel a sua prosperidade.

3Perdoaste as culpas do teu povo,

esqueceste todos os seus pecados;

4acalmaste a tua indignação;

dominaste o furor da tua ira.

5Volta-te para nós, ó Deus, nosso salvador;

afasta de nós a tua indignação!

6Irás ficar para sempre indignado contra nós?

Prolongarás pelos séculos a tua ira?

7Não tornarás a dar-nos a vida,

para que o teu povo se alegre em ti?

8Mostra-nos, Senhor, a tua misericórdia

e concede-nos a tua salvação!

9Proclamarei aquilo que Deus disse.

De facto o Senhor prometeu paz

para o seu povo, para os seus fiéis

e para todos os que se voltam para ele com confiança85,9 Segundo a antiga tradução grega. Literalmente: conquanto não voltem à loucura..

10Sim, a sua ajuda está sempre perto dos que o honram

e a sua glória habitará na nossa terra.

11O amor e a verdade se encontrarão;

a justiça e a paz vão abraçar-se.

12A verdade brotará da terra

e a justiça descerá do céu.

13O próprio Senhor nos trará a chuva

e a nossa terra dará o seu fruto.

14A justiça seguirá diante dele,

traçando o caminho com os seus passos.

86

Oração do humilde

861Oração da coleção de David.

Ouve-me, Senhor, e responde-me,

porque estou triste e necessitado.

2Protege-me, ó Deus, porque te sou fiel;

salva o teu servo, que em ti confia!

3Senhor, tem compaixão de mim,

pois a ti clamo a toda a hora.

4Senhor, alegra o ânimo do teu servo,

pois a ti dirijo a minha oração.

5Porque tu, Senhor, és bom e perdoas;

e acolhes com misericórdia todos os que te invocam.

6Senhor, escuta a minha oração,

atende o grito da minha súplica!

7Quando me sinto angustiado, clamo por ti,

certo de que me respondes.

8Não há deuses que se comparem a ti, Senhor;

ninguém pode fazer o que tu fazes.

9Ó Senhor, tu formaste todas as nações,

e elas apresentam-se diante de ti

para prestar homenagem ao teu nome86,9 Texto citado em Ap 15,4..

10Porque só tu és Deus!

És grande e operas maravilhas!

11Ensina-me, Senhor, o teu caminho,

para que eu o siga fielmente.

Dirige o meu coração, para que honre o teu nome.

12Louvar-te-ei, Senhor, meu Deus, com todo o coração;

glorificarei o teu nome para sempre,

13porque a tua bondade foi grande para comigo;

livraste-me das profundezas da morte!

14Ó Deus, os soberbos levantaram-se contra mim;

um bando de prepotentes atenta contra a minha vida,

sem fazerem caso de ti.

15Mas tu, Senhor, és um Deus bondoso e compassivo,

paciente e grande em bondade e fidelidade.

16Volta-te para mim e tem compaixão;

concede-me a tua força e vem em meu socorro;

eu sou teu servo e filho da tua serva.

17Dá-me uma prova clara da tua bondade,

para que os meus inimigos fiquem confundidos,

quando virem que tu, Senhor, me ajudas e confortas!