a BÍBLIA para todos Edição Católica (BPTct)
15

Reformas religiosas de Asa

(1 Reis 15,13–15)

151Azarias, filho de Oded, movido pelo Espírito de Deus, 2foi ter com Asa, para lhe dizer: «Escutem-me Asa e todo o povo de Judá e de Benjamim! O Senhor está convosco, tal como vocês estão com ele. Se o procuram, encontram-no; mas, se o abandonam, também ele vos abandonará. 3Durante muito tempo, Israel viveu sem o verdadeiro Deus e sem sacerdotes para lhe ensinarem a lei15,3 O autor está provavelmente a invocar a época dos Juízes. Ver Jz 2,10–23.. 4Mas quando na sua aflição eles se voltaram para o Senhor, Deus de Israel, e o procuraram, ele fez com que o encontrassem. 5Nesse tempo, não havia segurança para os que viajavam; era um período de grandes perturbações por toda a parte. 6Uma nação destruía outra nação, uma cidade destruía outra cidade, porque Deus os afligia com toda a espécie de calamidades. 7Mas vocês tenham coragem e não desanimem, porque os vossos trabalhos serão recompensados.»

8Quando Asa ouviu as palavras e a mensagem do profeta Azarias, filho de Oded, encheu-se de coragem e fez desaparecer os ídolos de todo o território de Judá e de Benjamim e bem assim de todas as cidades que tinha conquistado nas montanhas de Efraim. Além disso, restaurou o altar do Senhor que estava em frente do pórtico do templo do Senhor. 9Ora habitavam em Judá e Benjamim pessoas de Efraim, de Manassés e de Simeão, que se tinham passado para o lado de Asa, quando se deram conta de que o Senhor estava com ele. O rei convocou então todas as pessoas, juntamente com a população de Judá e de Benjamim. 10Reuniram-se em Jerusalém, no terceiro mês do ano quinze do seu reinado. 11Nesse dia ofereceram em sacrifício ao Senhor setecentos bois e sete mil ovelhas, animais que faziam parte dos despojos de guerra. 12E comprometeram-se solenemente a seguir, com todo o coração e com toda a alma, o Senhor, Deus dos seus antepassados. 13Comprometeram-se a condenar à morte todo aquele que não seguisse o Senhor, Deus de Israel, fosse ele jovem ou adulto, homem ou mulher. 14Fizeram este juramento para com o Senhor, em voz alta, por entre gritos de alegria e ao som de cornetins e trombetas. 15Todo o povo de Judá fez com muita alegria e com toda a sinceridade este juramento. Todos procuravam encontrar o Senhor e ele fazia com que o encontrassem. Por isso, lhes concedia a paz com todos os seus vizinhos.

16O rei Asa até retirou à rainha-mãe, Macá, o título de rainha, porque ela tinha feito um ídolo da deusa Achera. Mandou destruir esse ídolo, fê-lo em pedaços e queimou-o no vale do Cédron. 17Embora não tenham desaparecido de Israel os santuários pagãos, o rei Asa foi fiel ao Senhor durante a sua vida. 18Fez levar para o templo de Deus as ofertas que tanto ele como o seu pai tinham oferecido ao Senhor: prata, ouro e vários utensílios. 19Não houve guerra até ao ano trinta e cinco do reinado de Asa.