a BÍBLIA para todos Edição Católica (BPTct)
13

Lei sobre os primeiros filhos

131O Senhor disse a Moisés: 2«Deves consagrar-me o primeiro filho de todas as famílias do povo de Israel, porque o primeiro filho pertence-me sempre, seja dos humanos seja dos animais.»

3Então Moisés disse ao povo: «Lembrem-se sempre deste dia em que saíram do Egito, terra da escravidão. Este é o dia em que o Senhor vos fez sair pelo seu grande poder. Por isso, neste dia não devem comer pão fermentado. 4Saem hoje do Egito, neste mês de Abib13,4 O mês de Abib corresponde, no nosso calendário, a meados de março ou de abril.. 5Portanto, quando o Senhor vos fizer entrar na terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos heveus e dos jebuseus, terra que ele prometeu aos vossos antepassados que vos daria, terra onde o leite e o mel correm como água, aí devem celebrar esta festa, neste mesmo mês. 6Durante sete dias comerão pão sem fermento e no sétimo dia farão festa em honra do Senhor. 7Durante os sete dias comerão pão sem fermento e em parte nenhuma do território deverá haver fermento ou pão fermentado. 8Nesse dia, cada um dirá aos seus filhos que faz tudo isto por causa do que o Senhor vos fez, quando deixaram o Egito. 9Isto será para vós como um sinal marcado no braço ou na testa, para se lembrarem de que devem sempre falar da lei do Senhor, porque ele vos tirou do Egito com mão forte. 10Por isso, devem celebrar esta festa todos os anos, na data fixada. 11Quando o Senhor vos tiver feito entrar na terra dos cananeus, isto é, quando vos entregar a terra segundo a promessa que vos fez e aos vossos antepassados, 12todos devem consagrar-lhe o primeiro filho do sexo masculino e todos os primeiros machos que nascerem dos vossos animais, porque os primeiros filhos pertencem ao Senhor. 13No caso da primeira cria dum jumento, deverão dar um cordeiro ou um cabrito como resgate pelo jumento. Se não derem um cordeiro ou um cabrito em resgate pelo jumento, terão de lhe partir o pescoço. Todos os primeiros filhos, duma mulher da vossa descendência, serão resgatados por meio duma oferta.

14E quando os vossos filhos vos perguntarem, um dia, o que significa tudo isso, respondam: “O Senhor, com mão forte, fez-nos sair do Egito, terra da escravidão. 15É que, quando o faraó teimava em não nos deixar sair, o Senhor feriu de morte o primeiro filho de todas as famílias egípcias e todas as primeiras crias dos seus animais. Por isso, oferecemos ao Senhor todos os primeiros filhos do sexo masculino e apresentamos uma oferta como resgate pelo nosso primeiro filho. 16Isto será como um sinal marcado na tua mão ou entre os teus olhos de que o Senhor nos tirou do Egito com mão forte.”»

Marcha para o deserto

17Quando o faraó deixou sair o povo israelita, Deus não os levou pelo caminho que atravessa a terra dos filisteus, apesar de ser o mais curto, porque Deus pensou que os israelitas não iriam lutar, quando tivessem de o fazer, e que prefeririam voltar para o Egito. 18Por isso, fez com que eles se dirigissem para o deserto, em direção ao Mar Vermelho. Os israelitas saíram do Egito organizados como um exército. 19Moisés levou consigo os restos mortais de José, porque José tinha pedido aos israelitas que assim fizessem. José tinha dito: «Quando Deus vos vier tirar daqui, levem convosco os meus ossos.»

20Os israelitas saíram de Sucot e acamparam em Etam, onde começa o deserto. 21De dia, o Senhor ia à frente deles como uma coluna formada de nuvens, para lhes mostrar o caminho; e de noite, como uma coluna de fogo, de modo a poderem caminhar de dia e de noite. 22A coluna de nuvens nunca saiu da frente do povo, durante o dia, nem a coluna de fogo, durante a noite.