a BÍBLIA para todos Edição Católica (BPTct)
19

Chegada ao Sinai

191Três meses depois da saída do Egito, os israelitas chegaram ao deserto do Sinai. 2Partindo de Refidim, chegaram ao deserto do Sinai e acamparam ali em frente do monte. 3Moisés subiu ao monte para se encontrar com Deus. O Senhor chamou-o do cimo do monte e disse: «Anuncia estas palavras aos descendentes de Jacob, aos israelitas: 4“Viram bem aquilo que eu fiz aos egípcios e como vos trouxe até junto de mim, como sobre as asas de uma águia. 5Portanto, se me obedecerem em tudo e forem fiéis à minha aliança, serão o meu povo preferido entre todos os povos, pois toda a terra me pertence. 6Serão para mim um reino de sacerdotes e um povo consagrado.” É isto que deves transmitir aos israelitas.»

7Moisés convocou os anciãos do povo e expôs-lhes tudo o que o Senhor lhe tinha ordenado. 8Todo o povo então respondeu: «Faremos tudo o que o Senhor ordenou.» Moisés levou ao Senhor a resposta do povo 9e o Senhor disse: «Vou aproximar-me de ti numa nuvem espessa, para que o povo me oiça falar contigo e assim tenha sempre confiança em ti.» Moisés repetiu ao Senhor a resposta do povo 10e o Senhor disse-lhe: «Vai ter com o povo e diz-lhes que aproveitem o dia de hoje e o de amanhã para se purificarem de tudo o que os torna indignos. Que lavem as suas roupas 11e estejam preparados para depois de amanhã, porque, nesse terceiro dia, o Senhor descerá sobre o monte Sinai, à vista de todo o povo. 12Marca os limites para o povo em volta do monte, e diz a todos que de modo nenhum os ultrapassem e não subam ao monte, nem toquem na sua base. Se alguém tocar nele será castigado com a morte. 13Ninguém porém poderá tocar-lhe com a mão. Se o fizer, terá de ser morto por apedrejamento ou com flechas. Seja animal ou pessoa terá de morrer. Só poderão subir ao monte depois de soar a trombeta.»

14Moisés desceu do monte para junto do povo e fez com que ele se purificasse. Todos lavaram as suas vestes 15e Moisés disse: «Estejam preparados para depois de amanhã. Até lá, não tenham relações sexuais.»

16Na manhã do terceiro dia houve trovões e relâmpagos sobre o monte e uma nuvem espessa cobriu-o. Um forte som de trombeta fez com que todos no acampamento tremessem de medo. 17Moisés mandou o povo sair do acampamento para ir ao encontro de Deus e todos pararam ao fundo do monte. 18Todo o monte Sinai fumegava, porque o Senhor tinha descido sobre ele no meio de chamas. O fumo subia como se saísse dum forno e todo o monte estremecia com violência. 19O som da trombeta ia-se tornando cada vez mais forte. Moisés falava e Deus respondia-lhe com a voz do trovão. 20O Senhor desceu sobre o cimo do monte Sinai e pediu a Moisés que subisse até lá. Moisés subiu 21e o Senhor disse-lhe: «Vai lá baixo e avisa o povo, para que não ultrapasse os limites fixados, nem tente o Senhor, porque muitos deles cairiam mortos. 22Que também os sacerdotes, que podem aproximar-se do Senhor, se purifiquem, para que o Senhor, não se volte contra eles.»

23Moisés respondeu ao Senhor: «O povo não se atreverá a subir ao monte Sinai, porque tu nos ordenaste que pusessemos limites, que marcássemos limites para o espaço sagrado da montanha.»

24O Senhor disse-lhe então: «Anda, desce, e depois volta a subir acompanhado de Aarão. Mas os sacerdotes e o povo não deverão passar os limites nem subir para junto do Senhor, para que se não volte contra eles.» 25Moisés desceu e comunicou isto aos israelitas.