a BÍBLIA para todos Edição Católica (BPTct)
7

Seduções da adúltera

71Meu filho, obedece às minhas palavras,

guarda dentro de ti os meus preceitos.

2Guarda os meus mandamentos e viverás.

Guarda o meu ensinamento como a menina dos teus olhos;

3usa-os como adorno nos teus dedos

e grava-os no teu coração.

4Faz da sabedoria tua irmã

e da prudência tua parente,

5para que te livrem da mulher leviana,

da desconhecida, que usa palavras sedutoras.

6Estava um dia à janela da minha casa

a olhar por entre as grades.

7Vi um grupo de rapazes ingénuos,

e descobri entre eles um jovem insensato.

8Passando a esquina da rua,

dirigiu-se para casa duma dessas mulheres:

9era ao cair da tarde,

quando o dia escurece e se faz noite.

10A mulher vestida como uma prostituta,

com muita sagacidade, saiu-lhe ao encontro,

11com ar provocador e agitada;

ela não consegue ficar dentro de casa

12e anda pelas ruas e praças,

espreitando a todas as esquinas.

13A mulher aproximou-se do jovem,

beijou-o e, descaradamente, disse-lhe:

14«Tinha de oferecer sacrifícios de comunhão

e cumpri hoje a minha promessa7,14 Quem oferecia sacrifícios de comunhão recebia uma porção de carne da vítima, que devia comer com amigos e familiares. Ver Lv 7,16. A mulher aliciou-o com a carne que tinha em casa..

15Por isso, saí ao teu encontro;

desejava muito ver-te e achei-te!

16Pus na minha cama colchas bordadas

com linho fino do Egito

17e perfumei os lençóis com aromas

de mirra, aloés e canela.

18Vem! Saciemo-nos de amores até ao amanhecer

e gozemos as delícias do prazer,

19porque o meu marido não está em casa:

partiu para uma longa viagem;

20levou a bolsa cheia de dinheiro

e não voltará a casa antes da lua cheia.»

21Com tanta conversa, seduziu-o;

convenceu-o com palavras lisonjeiras.

22Como um boi levado ao matadouro,

como um veado apanhado no laço7,22 Ou: como um preso arrastado para o castigo.,

23ou como a ave que se precipita para a armadilha,

sem saber que a sua vida corre perigo,

ele seguiu-a, até que uma flecha lhe trespassou o fígado.

24E agora, meu filho, escuta-me;

presta atenção às minhas palavras.

25Não te deixes seduzir por uma mulher dessas;

não te extravies pelo seu caminho,

26porque ela já feriu de morte a muitos;

as suas vítimas são numerosas.

27Na sua casa estão os caminhos do abismo,

que descem para as câmaras da morte.