a BÍBLIA para todos Edição Católica (BPTct)
12

Súplica em tempo de corrupção

121Ao diretor do coro. Para oito cordas. Salmo da coleção de David.

2Salva-nos, Senhor, pois são cada vez menos os homens bons

e há poucos que sejam sinceros.

3Mentem uns aos outros;

falam com hipocrisia e falsas intenções.

4Acaba, Senhor, com os hipócritas

e com os que falam com arrogância.

5Eles dizem: «Com as nossas palavras venceremos.

Elas são a nossa força. Quem nos poderá dominar?»

6O Senhor diz: «Por causa da aflição dos humildes

e dos gemidos dos pobres

vou levantar-me e dar-lhes a ajuda que tanto desejam.»

7E as promessas do Senhor são verdadeiras,

são como a prata mais pura,

refinada no forno sete vezes.

8Tu, Senhor, cuidarás de nós

e nos defenderás sempre dessa gente.

9Os maus rondam por toda a parte

preparando armadilhas contra os humanos12,9 Ou: Os maus rondam por toda a parte e a Humanidade vai-se corrompendo. Ou: os maus rondam por toda a parte e toda a gente louva a maldade..

13

Súplica confiante

131Ao diretor do coro. Salmo da coleção de David.

2Até quando, Senhor?

Estarás esquecido de mim para sempre?

Até quando desviarás de mim o teu olhar?

3Até quando o meu coração e a minha alma

hão de sofrer e estar tristes noite e dia?

Até quando é que o meu inimigo triunfará sobre mim?

4Olha para mim, Senhor meu Deus;

responde-me e ilumina os meus olhos,

para que eu não caia no sono da morte.

5Não deixes que os meus inimigos digam:

«Conseguimos derrotá-lo!»

Não permitas que se alegrem com o meu fracasso.

6Eu confio no teu amor;

o meu coração alegra-se na tua salvação.

Cantarei ao Senhor, pelo bem que me tem feito.

14

Condenação dos insensatos

(Salmos 53)

141Ao diretor do coro. Salmo da coleção de David.

Os insensatos dizem para si mesmos: «Não há Deus14,1 Ou: Deus não tem poder. Ou: Deus está ausente. Ver 10,4.6.11.13; 36,2; 94,7.

Todos se perverteram e fizeram coisas horríveis;

não há ninguém que faça o bem!

2O Senhor olhou lá do céu para a Humanidade,

a ver se havia alguém com entendimento,

alguém que procure Deus.

3Mas todos seguiram maus caminhos,

todos igualmente se perverteram.

Não há quem faça o bem, nem um sequer14,3 Ver Rm 3,10–12.!

4Os malfeitores, que devoram o meu povo,

como quem come pão,

e que não adoram o Senhor,

não serão capazes de compreender?

5Vejam como eles formam conluios,

mas Deus está com a assembleia dos que lhe são fiéis.

6A assembleia dos humildes confunde-os,

porque o Senhor é o seu refúgio.

7Que venha de Sião a salvação de Israel!

Quando o Senhor trouxer de volta os exilados do seu povo,

os descendentes de Jacob se alegrarão,

o povo de Israel ficará feliz.