a BÍBLIA para todos Edição Católica (BPTct)
75

Deus é juiz

751Ao diretor do coro. Salmo e cântico da coleção de Assaf75,1 Ver 50,1 e nota..

2A ti, ó Deus, louvamos; a ti damos louvor!

Invocamos75,2 Segunda a antiga tradução grega. Literalmente: o teu nome está perto. o teu nome; cantamos as tuas maravilhas.

3O Senhor diz: «Quando eu tiver decidido julgar,

julgarei com retidão.

4Quando a terra treme, com todos os seus habitantes,

sou eu quem mantém firmes as suas bases.

5Digo aos arrogantes: “Não sejam insensatos!”

E aos que fazem mal: “Não sejam rebeldes!”

6Não se revoltem contra Deus,

nem sejam insolentes a falar.»

7O julgamento não vem do oriente ou do ocidente,

nem do deserto nem das montanhas;

8pois Deus é que é o juiz:

a uns condena, a outros absolve.

9Na mão do Senhor há um cálice

cheio de vinho forte da sua ira,

que ele dá a beber aos malvados da terra;

e eles bebem até à última gota.

10Eu, porém, louvarei o Deus eterno;

cantarei louvores ao Deus de Jacob.

11Ele destrói75,11 Literalmente: Eu destruirei. o poder dos maus,

mas aumentará o poder dos justos.

76

Deus é o vencedor

761Ao diretor do coro. Com instrumentos de cordas. Salmo e cântico da coleção de Assaf76,1 Ver 50,1 e nota..

2Deus é conhecido em Judá;

o seu nome é famoso em Israel.

3O seu santuário está em Jerusalém76,3 Literalmente: Salém.;

a sua morada é no monte de Sião.

4Ali quebrou as armas de guerra:

escudos, espadas, arcos e flechas.

5Que glorioso, és tu, ó Deus!

És mais grandioso do que montanhas de despojos.

6Os mais valentes foram despojados

sendo mais fortes, nada puderam fazer

e dormiram o seu último sono!

7Quando tu, ó Deus de Jacob, os ameaças,

ficam imóveis os carros e os cavalos.

8Tu, Senhor, és temido por todos;

ninguém se conseguirá manter de pé diante de ti,

nem resistir ao teu furor.

9Do alto do céu proclamas a tua sentença

e a terra treme e fica em silêncio,

10quando te ergues para fazer justiça

e libertar todos os oprimidos deste mundo!

11A tua ira contra os maus redunda em teu louvor;

os sobreviventes fazem festa em teu nome!

12Façam promessas ao Senhor, vosso Deus, e cumpram-nas.

Os que o rodeiam ofereçam presentes àquele que é temível!

13Ele tira a força aos governantes

e causa temor aos reis da terra.

77

Conforto no tempo de angústia

771Ao diretor do coro. Para Jedutun. Salmo da coleção de Assaf77,1 Ver 50,1 e nota..

2A Deus clamo com voz forte,

a Deus clamo para que ele me oiça.

3Quando estou angustiado, procuro o Senhor;

à noite, sem descanso, elevo as minhas mãos em oração77,3 Cf. 28,2 e nota.;

a minha alma não encontra conforto.

4Quando penso em Deus, suspiro;

quando medito, sinto-me desanimar.

5Os meus olhos estão habituados às vigílias,

ando de um lado para o outro sem nada dizer!

6Recordo-me dos dias passados,

lembro-me dos tempos antigos.

7Passo a noite em profundos pensamentos;

no meu íntimo medito, e pergunto a mim mesmo:

8«Irá o Senhor rejeitar-nos para sempre?

Não voltará mais a ser-nos favorável?

9Teria ele deixado de nos amar?

Teria anulado a sua promessa para sempre?

10Ter-se-ia Deus esquecido da sua compaixão?

Estará tão irado que se esgotou a sua bondade

11Depois eu respondo: «O que mais me magoa

é que a mão do Altíssimo nos trate de modo diferente.»

12Tenho na memória os feitos do Senhor;

lembro-me das tuas maravilhas de outrora.

13Medito sobre tudo o que tu tens feito

e falo dos teus prodígios.

14Ó Deus, tu és santo nas tuas ações;

que Deus haverá tão grande como tu?

15Tu és o Deus que realiza maravilhas;

mostras a todos os povos o teu poder.

16Com o teu poder resgataste o teu povo,

os descendentes de Jacob e de José.

17Quando o mar te viu, ó Deus, ficou receoso;

e as profundezas do mar tremeram.

18As nuvens deixaram cair a sua chuva;

a voz dos trovões retumbou no céu

e os teus raios surgiram de todos os lados.

19A voz dos teus trovões ecoou nos ares

e os relâmpagos iluminaram o mundo;

a terra estremeceu e tremeu.

20Abriste o teu caminho através do mar;

caminhaste por entre as águas caudalosas77,20 Alusão à passagem do Mar Vermelho. Ver Ex 14–15.,

mas ninguém encontrou as tuas pegadas.

21Guiaste o teu povo, como um pastor,

por meio de Moisés e de Aarão.