a BÍBLIA para todos Edição Católica (BPTct)
94

Deus, juiz do mundo

941A ti compete vingar o mal, ó Senhor!

Cumpre a tua missão, ó Deus!

2Levanta-te, ó juiz do mundo,

e dá aos soberbos o castigo que merecem!

3Quanto tempo ainda se alegrarão, Senhor,

quanto tempo se alegrarão os que praticam o mal?

4Todos esses malfeitores são insolentes,

cheios de soberba e gabam-se do mal.

5Eles esmagam o teu povo, Senhor,

espezinham aqueles que te pertencem.

6Matam as viúvas e os estrangeiros,

e assassinam os órfãos.

7Eles dizem: «O Senhor não nos vê;

o Deus de Jacob não dá por isso!»

8Ó insensatos, quando é que aprendem?

Ó gente louca, quando serão capazes de entender?

9Deus, que fez os ouvidos, não ouvirá?

Ele, que fez os olhos, não verá?

10Aquele que corrige as nações, não os castigará?

Pois se é ele quem dá aos homens o conhecimento!

11O Senhor conhece os pensamentos dos homens;

ele sabe que eles só pensam futilidades.

12Senhor, que feliz é aquele a quem tu repreendes,

aquele a quem ensinas a tua lei;

13esse terá descanso nos dias maus,

enquanto se abre a cova para o que pratica o mal.

14O Senhor não abandonará o seu povo;

ele não desamparará aqueles que são seus.

15De novo voltará a haver justiça

e todo o homem honrado a seguirá.

16Quem estará comigo contra os malfeitores?

Quem estará do meu lado contra os que praticam o mal?

17Um pouco mais e eu estaria na prisão da morte,

se o Senhor não me tivesse ajudado.

18Mas eu disse: «Os meus pés vacilam!»

E o teu amor, Senhor, veio logo amparar-me.

19As preocupações avolumam-se na minha mente,

mas o teu conforto alivia-me.

20Poderá aliar-se contigo o juiz injusto

que forja a miséria à custa do direito?

21Eles atentam contra a vida dos justos

e condenam os inocentes.

22Mas o Senhor é o meu alto refúgio;

o meu Deus é a rocha que me protege.

23O Senhor fará recair sobre eles os seus crimes,

e destruí-los-á com a sua própria maldade.

O Senhor, nosso Deus, os destruirá!

95

Cântico de louvor

951Venham! Cantemos ao Senhor com alegria;

aclamemos o nosso protetor e salvador.

2Vamos à sua presença com hinos de louvor

saudemo-lo alegremente com os nossos cânticos.

3Porque o Senhor é um Deus grande,

é um rei poderoso maior que todos os deuses.

4Ele tem na sua mão as profundezas da terra;

os píncaros das montanhas são seus.

5O mar pertence-lhe, pois foi ele que o formou;

a terra firme é também obra das suas mãos.

6Venham! Adoremos o Senhor que nos criou,

inclinemo-nos diante dele.

7Ele é o nosso Deus e nós somos o seu povo;

somos ovelhas do rebanho que ele apascenta.

Ouçam hoje a voz de Deus:

8«Não se mostrem duros de coração, como em Meriba,

como naquele dia em Massá, no deserto95,8 Texto citado em Hb 3,15; 4,7 segundo a antiga tradução grega. Ver Ex 17,1–7; Nm 20,1–13.,

9quando os vossos antepassados me provocaram

e puseram à prova,

apesar de terem visto o que eu fiz.

10Quarenta anos95,10 Ver Nm 14,33–34. me desgostou aquela geração,

de tal forma que eu pensei: “Esta gente anda muito desviada

e não atina com os meus caminhos!”

11Fiquei tão indignado que jurei:

“Estes nunca entrarão no meu lugar de descanso95,11 Os v. 7–11 são citados em Hb 3,7–11, segundo a antiga versão grega..”»

96

Deus, rei do Universo

(1 Crónicas 16,23–33)

961Cantem ao Senhor um novo cântico;

cantem ao Senhor todos os habitantes da terra;

2cantem ao Senhor, bendigam o seu nome;

proclamem dia após dia a sua salvação.

3Anunciem entre os povos a sua glória

e em todas as nações as suas maravilhas,

4porque o Senhor é grande e digno de louvor,

mais temível que todos os deuses!

5Esses deuses não valem nada;

foi o Senhor que criou os céus.

6Na sua presença há esplendor e majestade;

no seu santuário há poder e beleza.

7Que todos os povos da terra louvem o Senhor

e proclamem o seu poder e glória!

8Deem ao Senhor a honra que lhe é devida;

entrem nos seus átrios, para lhe fazerem ofertas!

9Inclinem-se diante do Deus santo,

que se manifesta cheio de glória;

que toda a terra trema diante dele!

10Proclamem ao mundo inteiro: «O Senhor é rei!»

Por isso, a terra está firme e segura;

Deus governa os povos com equidade.

11Alegrem-se os céus, regozije-se a terra;

exulte de alegria o mar e tudo o que ele contém!

12Alegrem-se os campos e tudo o que neles existe!

Cantem de alegria todas as árvores do bosque,

13na presença do Senhor, que se aproxima

e vem para governar a terra!

Ele governará o mundo com justiça,

governará os povos com a sua fidelidade.