a BÍBLIA para todos Edição Católica (BPTct)
3

A oração de Tobite

31Eu fiquei muito triste, comecei a gemer e a chorar e, banhado em lágrimas, orei assim: 2«Tu és justo, Senhor, e todas as tuas obras são retas. Tu és bondoso e fiel em tudo o que fazes; és o juiz do mundo. 3Agora, ó Senhor, lembra-te de mim e sê bondoso comigo. Não me castigues por causa dos meus pecados, nem mesmo por aqueles que cometi sem saber. Não me castigues pelos pecados dos meus antepassados, pois eles pecaram contra ti 4e desobedeceram3,4 Alguns manuscritos têm: eu desobedeci. aos teus mandamentos. Por isso, tu deixaste que fossemos destruídos, que fossemos levados como prisioneiros e condenados à morte. Tu nos espalhaste por todas as nações onde todos se riem de nós e nos tratam com desprezo e zombaria. 5Os teus julgamentos são sempre justos; tu castigas-me por causa dos meus pecados. Pois não temos obedecido às tuas leis, nem temos seguido fielmente os teus caminhos. 6Agora, ó Senhor, faz de mim o que quiseres. Tira de mim o meu espírito a fim de que eu desapareça da terra e volte a ser pó. Para mim é melhor morrer do que viver, pois fui caluniado e estou esmagado pela tristeza. Ó Senhor, dá ordem para que fique livre deste sofrimento e permite que eu vá para a morada eterna. Ó Senhor, não deixes de atender à minha oração! Para mim é melhor morrer do que viver e ter de suportar este sofrimento e de ouvir tantas calúnias.»

Os problemas de Sara

7Aconteceu que naquele mesmo dia Sara, filha de Raguel, que vivia na cidade de Ecbátana, na Média, teve de ouvir insultos de uma das empregadas do seu pai. 8Sete vezes Sara tinha sido dada em casamento, mas em todas elas um demónio mau chamado Asmodeu matou o noivo antes que o casal tivesse relações. A empregada disse então a Sara: «Parece que gostas de matar os teus maridos! Foste dada em casamento a sete homens, mas não chegaste a ser mulher de nenhum deles3,8 Alguns manuscritos têm: não teve sorte com nenhum deles.. 9Será que é por que eles morreram que nos bates? Pois vai encontrar-te com eles! Espero que nunca cheguemos a ver um filho ou uma filha tua.» 10Naquele dia, Sara ficou muito triste e pôs-se a chorar. Subiu então ao quarto do seu pai com a intenção de se enforcar, mas refletiu e disse para consigo: «Não; não posso fazer uma coisa destas! Pois todos insultariam o meu pai e diriam: “Tinhas somente uma filha querida, e ela teve tantos desgostos que se enforcou.” A tristeza faria o meu velho pai descer para o mundo dos mortos e eu seria a culpada. Não; não me vou matar. Será melhor eu pedir a Deus que me deixe morrer e assim não terei de ouvir mais insultos.»

A oração de Sara

11No mesmo instante, ela foi até à janela3,11 Alguns manuscritos acrescentam: que dava para Jerusalém. Ver Dn 6,10., levantou as mãos e orou assim: «Louvado sejas, ó Deus misericordioso; louvado seja o teu nome para sempre. Que todas as tuas obras te louvem eternamente! 12Agora eu olho para ti e faço o meu pedido. 13Ordena que eu seja tirada deste mundo para que não precise de ouvir mais insultos. 14Tu bem sabes, ó Senhor, que sou virgem; nunca nenhum homem tocou em mim. 15Nunca manchei o meu nome nem o nome do meu pai aqui no país onde estou prisioneira. Sou filha única do meu pai; ele não tem mais nenhum filho que venha a ser o seu herdeiro. Ele não tem nenhum parente3,15 Em Israel era costume a mulher casar com um homem da sua própria tribo. com quem eu possa casar. Já perdi sete maridos; que me adianta continuar a viver? Ó Senhor, se tu não me queres matar, então olha para mim e tem compaixão de mim. Faz com que eu não tenha de ouvir mais insultos3,15 Alguns manuscritos têm: então atende agora à minha reclamação.

Deus atende às orações de Tobite e de Sara

16Naquela hora, o Deus glorioso atendeu às orações de Tobite e de Sara. 17Ele enviou o anjo Rafael para curar os dois: para tirar dos olhos de Tobite as manchas brancas, a fim de que ele pudesse ver novamente a luz de Deus, e para dar Sara, filha de Raguel, em casamento a Tobias, filho de Tobite. Pois Tobias tinha mais direito3,17 Tobias era o parente mais chegado de Sara e, por isso, tinha o direito de casar com ela. Ver Tb 6,12. de casar com Sara do que qualquer outro homem que quisesse casar com ela. E Rafael foi enviado também para livrar Sara do demónio Asmodeu. No mesmo instante em que Tobite voltava do pátio para dentro de casa, Sara estava a descer do quarto que ficava no andar de cima.

1

Introdução e saudação

11Este livro contém a revelação de Jesus Cristo que ele recebeu de Deus, para a dar a conhecer aos seus servos. Trata-se de coisas que hão de acontecer brevemente e que Cristo deu a conhecer ao seu servo João por um anjo que lhe enviou.

2João atesta tudo quanto viu em relação à palavra e ao testemunho de Jesus Cristo. 3Feliz aquele que lê este livro e felizes os que ouvem estas palavras proféticas e guardam o que aqui está escrito1,3 O autor afirma que é preciso ler, ouvir e guardar estas palavras. A Sagrada Escritura foi escrita por causa desta triologia verbal: ler, ouvir e guardar. Quem assim fizer, será feliz., porque tudo isto há de acontecer em breve.

4Eu, João, dirijo-me às sete igrejas da província da Ásia1,4 As sete igrejas são enumeradas no v. 11.. Desejo-vos graça e paz da parte daquele que é, que era e que há de vir, e ainda da parte dos sete espíritos1,4 Sete Espíritos. O número sete simboliza a perfeição. Os sete espíritos simbolizam, portanto, a ação misteriosa de Deus na história dos homens. que estão diante do seu trono, 5e de Jesus Cristo, a testemunha fiel, o primeiro dos ressuscitados, o soberano dos reis da Terra.

Cristo ama-nos e pela sua morte libertou-nos dos nossos pecados. 6Ele fez de nós um reino de sacerdotes para Deus, seu Pai. A ele seja dada glória e o poder para todo o sempre. Ámen.

7Eis que ele vem com as nuvens.

Toda a gente o verá,

até mesmo os que o mataram.

Todos os povos da Terra se lamentarão por ele.

Assim há de ser! Ámen!

8Eu sou o Alfa e o Ómega1,8 Alfa e Ómega. Primeira e última letra do alfabeto grego (21,2; 22,13). A expressão significa: o Primeiro e o Último ou o Princípio e o Fim., diz o Senhor Deus, aquele que é, que era e que há de vir, o Todo-Poderoso.

Cristo revela-se a João

9Eu sou João, vosso irmão, e participo convosco nas mesmas perseguições no reino de Deus e na perseverança por Jesus. Encontrava-me na ilha de Patmos1,9 Patmos. Pequena ilha do mar Egeu para onde os romanos exilavam as pessoas que julgavam politicamente indesejadas. por ter proclamado a palavra de Deus e o testemunho de Jesus. 10O Espírito de Deus apoderou-se de mim, no dia do Senhor, e eu ouvi atrás de mim uma voz forte que parecia a voz duma trombeta. 11Dizia assim: «Escreve num livro aquilo que vais ver, e manda-o às sete igrejas: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodiceia.» 12Voltei-me para ver quem é que me falava e, ao voltar-me, vi sete castiçais de ouro1,12 Sete castiçais. Representam as sete igrejas a quem o autor escreveu. Ver 1,20.. 13E no meio dos castiçais estava alguém semelhante ao Filho do Homem vestido até aos pés com uma túnica comprida e uma faixa dourada à volta do peito. 14A sua cabeça e os seus cabelos eram brancos como a lã ou como a neve e os seus olhos eram ardentes como o fogo. 15Os seus pés brilhavam como bronze fundido na fornalha e a sua voz era como o ruído das grandes cascatas1,15 Para os v. 13–15, ver Dn 7,13; 10,5; 7,9; 10,6.. 16Na sua mão direita tinha sete estrelas; da sua boca saía uma espada de dois gumes muito afiada e o seu rosto brilhava como o sol do meio-dia.

17Quando o vi, caí aos seus pés como morto. Mas ele pôs a sua mão direita em cima de mim e disse: «Não tenhas medo! Eu sou o primeiro e o último1,17 Para os v. 16–17, ver Is 49,2; Hb 4,12; Is 44,6; 48,12.. 18Eu sou aquele que está vivo! Estive morto, mas agora vivo para sempre. Eu tenho poder sobre a morte e sobre o mundo dos mortos. 19Escreve pois aquilo que viste, o que está a acontecer agora e o que vai acontecer mais tarde. 20O significado das sete estrelas que viste na minha mão direita e dos sete castiçais de ouro é o seguinte: as sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete castiçais são essas sete igrejas.»