a BÍBLIA para todos Edição Católica (BPTct)
3

Visão de Josué como sacerdote

31O Senhor fez-me ver o sumo sacerdote Josué, que estava de pé diante do anjo do Senhor, enquanto Satã estava à sua direita para o acusar. 2Disse o anjo a Satã: «Que o Senhor te condene, ó Satã! Que te condene o Senhor que escolheu Jerusalém. Josué é como um tição tirado das brasas.»

3Josué estava de pé, diante do anjo do Senhor, vestido com roupas muito sujas. 4O anjo disse então àqueles que o acompanhavam que lhas tirassem. Depois disse a Josué: «Eu despi-te do teu pecado e vou vestir-te roupa de festa. 5Mandou igualmente que lhe colocassem na cabeça um turbante limpo. Vestiram-no, pois, de novo e puseram-lhe na cabeça um turbante limpo, na presença do anjo do Senhor

6Depois o anjo disse a Josué: 7«Assim fala o Senhor todo-poderoso!

Se obedeceres às minhas ordens

e cumprires os meus mandamentos,

ficarás responsável pelo meu templo e pelas suas salas

e terás um lugar entre os que aqui estão ao meu serviço.»

8Ouve pois Josué, sumo sacerdote,

e ouçam igualmente os sacerdotes, seus companheiros!

Vocês são um sinal para o que há de acontecer:

«Eu farei aparecer o meu servo Gérmen3,8 Com a designação de Gérmen, rebento ou renovo está a indicar-se o legítimo sucessor na realeza e ao mesmo tempo o Messias esperado..

9Coloco diante de Josué uma pedra,

uma única pedra, mas com sete faces.

Gravarei nela uma inscrição

e, num só dia, expulsarei todo o pecado que há neste país.

10Quando isso acontecer,

cada um de vocês convidará o seu vizinho

para ir desfrutar de paz e segurança

nas vossas vinhas e debaixo das vossas figueiras.»

4

Visão do candelabro e das oliveiras

41O anjo que falava comigo voltou a despertar-me como se desperta alguém que está a dormir 2e perguntou-me: «Que é que estás a ver?» E eu respondi-lhe: «Vejo um candelabro todo de ouro, que tem na parte superior um reservatório para azeite. Tem sete lâmpadas às quais chega o azeite por sete tubos. 3Ao lado, estão duas oliveiras, uma à direita e outra à esquerda.»

4Perguntei então ao anjo que falava comigo: «Meu senhor, que significa isto?» 5E ele disse-me: «Não sabes o que significam estas coisas?» Ao que eu respondi: «Não, senhor.» 6Então ele disse-me:

«Esta é a mensagem do Senhor acerca de Zorobabel:

“Não é pela força nem pelo teu poder que tu triunfarás,

mas pelo meu espírito.

7Quem és tu, ó grande montanha?

Diante de Zorobabel tornas-te uma planície.

Ele há de retirar daí a pedra de remate do templo,

diante da qual se há de exclamar: Bela! Magnífica!”

8O Senhor disse-me ainda:

9“As mãos de Zorobabel

puseram os fundamentos deste templo

e hão de ser as suas mãos a concluí-lo.”

Quando chegar esse dia, ficarão a saber

que foi o Senhor todo-poderoso que me enviou.

10Os que desanimarem com a pequenez do começo,

sentirão alegria ao verem Zorobabel a terminar a obra.

As sete lâmpadas representam os olhos do Senhor, que observam toda a terra.»

11Perguntei-lhe ainda o significado das duas oliveiras que estavam à esquerda e à direita do candelabro 12e quis ainda saber o que significavam os dois ramos de oliveira colocados ao lado dos dois tubos de ouro que levavam o azeite às lâmpadas. 13E ele disse-me: «Tu não sabes?» Eu respondi: «Não, meu senhor.» 14Então ele deu-me esta explicação: «São os dois homens que Deus consagrou, para servirem o Senhor do mundo inteiro.»

5

Visão do livro a voar

51Tive ainda uma outra visão em que vi um rolo de pergaminho a voar. 2O anjo perguntou-me: «Que é que tu vês?» E eu respondi: «Um rolo a voar. Tem dez metros de comprimento e cinco de largura.»

3Disse-me então: «Nesse rolo está escrita a maldição que vai cair sobre todo o país. Num lado está escrito que todos os ladrões serão eliminados do país; noutro, diz-se que serão igualmente eliminados os que jurarem falso. 4O Senhor todo-poderoso declara que envia esta maldição que penetrará nas casas de todos os que roubam e dos que juram falso, usando o nome do Senhor. Tal maldição ficará nas casas e há de destruí-las completamente, mesmo as madeiras e as pedras.»

Visão da mulher numa cesta

5O anjo encarregado de me falar apareceu-me de novo e disse-me: «Repara bem no objeto que está a avançar!» 6Perguntei-lhe o que era aquilo, e ele respondeu-me: «É um cesto que serve de medida e contém as faltas de todo o país.»

7Levantou-se então a cobertura de chumbo que cobria a cesta e pude ver que lá dentro estava uma mulher sentada. 8O anjo explicou: «Ela representa a maldade.» Empurrou-a para o interior da cesta e colocou-lhe de novo a cobertura. 9Em seguida, ergui os olhos e vi sair duas mulheres que voavam pelos ares agitando as asas, pois tinham asas como as da cegonha. Pegaram na cesta e levaram-na pelos ares. 10Perguntei ao anjo para onde é que levavam a cesta 11e ele deu-me esta resposta: «Vão para a Mesopotâmia. Vão lá construir um templo em honra dela5,11 No hebraico é ambíguo se o templo é consagrado à cesta ou à mulher que estava dentro da cesta. e quando estiver concluído, vão colocá-la nele para ser adorada no seu pedestal.»