Cinco coisas sobre lamento

Segunda-feira 27 Abril 2020

Nestes momentos de impotência, podemos recuperar a prática perdida do lamento. O professor N. T. Wright escreveu um belo artigo para a revista Time esta semana. Resistindo à tentação de oferecer explicações para a crise atual, convidou-nos a lembrar que o cristianismo nos oferece uma maneira de lamentar que leva à esperança:

páscoa@emcasa.com

Sábado 11 Abril 2020

A Páscoa é um dos temas mais importantes da Bíblia. Para não comprometer a sua interpretação precisamos entender que a páscoa cristã emerge da páscoa judaica

Unidos no Amor e na Esperança

Quinta-feira 9 Abril 2020

Mensagem conjunta de Páscoa 2020 de lideres cristãos em Portugal.
Vivemos um tempo particular da nossa história coletiva. Súbita e inesperadamente fomos confrontados com desafios e exigências que nunca tínhamos imaginado

Testemunho da Moldávia!

Quinta-feira 2 Abril 2020

Nesta fase de dificuldade o trabalho das Sociedades Bíblicas em todo o mundo continua a ser muito importante.
Aqui fica o testemunho dos colegas da Sociedade Bíblica da Moldávia!

Conteúdos extra e material de estudo no site Bíblia.pt

Quinta-feira 2 Abril 2020

Neste tempo difícil, gostaríamos de oferecer a todas as pessoas que se registem no site Biblia.pt, um acesso experimental gratuito aos conteúdos extra e a materiais de estudo bíblico, que está em fase de desenvolvimento e revisão de conteúdos.

Salmo na epidemia – Confiança triunfa sobre o medo

Sexta-feira 20 Março 2020

Vivemos dias de ansiedade e incerteza. O mundo inteiro está com medo. De repente, tornámo-nos conscientes da fragilidade da vida. O que acontecerá amanhã? A força na qual o homem contemporâneo acreditava estar seguro, transformou-se em fraqueza, há fendas na rocha e sentimo-nos vulneráveis. As pessoas procuram uma mensagem de serenidade e tranquilidade. Onde encontrá-la?
A mensagem do Salmo 91 resume-se numa frase: a confiança triunfa sobre o medo.

A Década de Almeida (2028) – uma oportunidade!

Sexta-feira 14 Fevereiro 2020

A Década de Almeida tem como objetivo tirar o tradutor luso da «clandestinidade» histórica e cultural e celebrar a sua tradução como património comum das igrejas herdeiras da reforma protestante.

Bíblia 2020

Quinta-feira 19 Dezembro 2019

Vamos inspirar a comunidade global a ler a Bíblia em voz alta em todo o mundo, todos os dias ao longo de 2020!

Um ato de generosidade

Quarta-feira 18 Dezembro 2019

"Tudo isto aconteceu para se cumprir o que o Senhor tinha dito pelo profeta: A virgem ficará grávida e dará à luz um filho que se há de chamar Emanuel. Emanuel quer dizer: Deus está connosco". MATEUS 1:22-23 (BPT)

As oficinas de leitura da Bíblia

Sábado 2 Novembro 2019

Reconhecendo que o ato de leitura dramatizada das Sagradas Escrituras pode ser um instrumento de (re)aproximação dos ouvintes ao texto bíblico, cujo foco é a Palavra e não a performance do leitor, a Sociedade Bíblica desenvolveu as “Oficinas de Leitura” para oferecer formação a quem lê a Bíblia em público – seja em ação litúrgica, educativa ou cultural. Trata-se de 4 sessões (2 horas cada) que visam equipar os desafiar os participantes para uma reflexão sobre o saber dizer as Sagradas Escrituras - uma tarefa exigente que carece de uma sensibilidade acrescida e de conhecimentos na área da literatura bíblica, nomeadamente, os seus géneros literários: História/Evangelhos-biografias, Poesia/Sabedoria, Profecia, Cartas, e do seu contexto (a história e as personagens), o texto (as frases e as ideias). Já no domínio do uso da voz como instrumento, a formação incide na dicção, uma boa articulação das palavras, aquecimento e projeção da voz, entre outros conhecimentos.  

Resta referir, a sensibilização dos participantes para o ato de ler e comunicar, através da leitura dramatizada, como um instrumento que pode (re)aproximar os ouvintes da Bíblia, e convidá-los para a (re)descoberta da leitura e audição do texto bíblico como uma experiência tanto pessoal como comunitária de meditação e encontro com Deus.

Contacte-nos!

Simão Silva: s.silva@sociedade-biblica.pt

Deus usa pessoas para mudar pessoas…

Domingo 20 Outubro 2019

As repercurssões podem ser inimagináveis...

Jornadas de Almeida

Quinta-feira 17 Outubro 2019

A tradução do texto bíblico proposta por Almeida não influenciou apenas a difusão da língua portuguesa, impactou e continua a inspirar as comunidades cristãs protestantes

Musical

Quarta-feira 16 Outubro 2019

Certamente já leu o nome João Ferreira de Almeida muitas vezes, e muito provavelmente, encontrou-o logo na primeira página da sua Bíblia… 

Agora, quando as pessoas procuram uma Bíblia, já é mais fácil encontrar!

Terça-feira 17 Setembro 2019

É o testemunho simples, mas cheio de significado, de um pastor guineense, após mais uma visita da Sociedade Bíblica de Portugal à Guiné-Bissau, desta vez, para participar na Assembleia Constituinte da Sociedade Bíblica da Guiné!

É sem dúvida um marco importante para o povo de Guiné-Bissau e uma alegria imensa para a Sociedade Bíblica que, com o seu apoio e através do Grupo Lusófono das Sociedades Bíblicas Unidas, desde 2015, tem estado a apoiar e monitorizar a comissão de pastores e obreiros de várias denominações que se juntaram com o objetivo de facilitar o acesso e distribuição da Bíblia ao povo da Guiné, bem como a apoiar projetos de tradução nas várias línguas nativas.

Com o apoio dos nossos doadores e de outras Sociedades Bíblicas, já enviámos mais de 35,000 Bíblias para este país! A Deus toda a glória!

200.º aniversário da primeira edição completa da Bíblia de Almeida

Quarta-feira 24 Julho 2019

Em 2019 comemora-se o 200.º aniversário da primeira edição completa da mais antiga tradução da Bíblia em língua portuguesa, realizada no século XVII pelo “ilustre desconhecido” João Ferreira d' Almeida.

A prática de tradução das Escrituras também é um exercício cujos múltiplos procedimentos ora bebem, ora influem nas tradições culturais de cada povo. No que respeita à Bíblia na língua dos nossos afetos, a tradução de Almeida tem sido considerada como “um tesouro de vocabulário” e “um marco da cultura e da língua portuguesa”. Apesar de aproximar-se dos 200 milhões de exemplares distribuídos - indiscutivelmente, a obra mais editada e difundida em português – ela permanece numa clandestinidade cultural que oculta os seus méritos e prestígio.

No âmbito deste bicentenário, a Sociedade Bíblica, em parceria com as escolas bíblicas (IBP, STB e MEIBAD) e o apoio da área de Ciência das Religiões da Universidade Lusófona, levará a cabo no dia 31 de outubro (Dia da Reforma Protestante) uma jornada de reflexão sobre a obra que ousou colocar Deus «a falar português», que terá lugar no auditório do IPDJ, na Rua de Moscavide, Parque das Nações, a partir das 14h.

A iniciativa inclui, em parceria com os CTT, a cerimónia de obliteração dos selos comemorativos, e várias comunicações sobre contexto histórico, literário e editorial onde a obra emergiu, além de um debate sobre a necessidade de rever a tradução considerando que a última revisão do texto de Almeida data de 1968. Para o encerramento está reservada a apresentação do Congresso Internacional A Bíblia na Cultura Ocidental: Milénios de civilização – a realizar de 9, 10 e 11 de Setembro de 2020, com o apoio da Sociedade Bíblica e organizada por um convénio de universidades públicas e privadas.

Ao final do dia, cerca das 21h, será levado a público o musical com entrada livre - A Bíblia d’Almeida, que ilustra a vida e a obra do tradutor seiscentista, natural de Mangualde, que aos 14 anos de idade, nos territórios das Índias Orientais, se deixou fascinar pela Palavra milenar de Deus e desejou que todos os falantes de português a ela tivessem acesso.

Desfrutar e cuidar

Segunda-feira 8 Julho 2019

A cada 31 de julho celebra-se O Dia Mundial do Vigilante da Natureza. Esta iniciativa, pouco falada entre nós, procura chamar a atenção para a relevância do trabalho dos guardas florestais tanto na proteção como na preservação da nossa fauna e flora nas mais de 100.000 áreas protegidas do nosso planeta. A Bíblia também nos confronta com a responsabilidade de cuidarmos do nosso património natural.

Se, por um lado as Escrituras desafiam-nos a reconhecer a «Terra» como um Património Valioso legado por Deus para dele desfrutarmos, por outro lado, no texto bíblico observamos também que, o direito a desfrutar da herança recebida coexiste com o dever de cuidar dela. Isto deverá convocar-nos à seguinte reflexão: Como devemos desfrutar e cuidar do nosso meio ambiente? No que respeita à primeira parte é relevante notar as propostas bíblicas de fruição do planeta: Descansar! (Ex. 20); passear na natureza (Gn 3,8) e orar com a criação! (Sl 19,2). No que concerne à segunda parte, cuidar do planeta, é um mandato divino (Gn 2,15) que consiste no desafio de trabalhar a «Terra» que é de todos mediante o compromisso de fazê-lo com responsabilidade.

A Bíblia lembra-nos ainda que perecemos por falta de conhecimento (Os 4,6). Conhecer o mundo em que habitamos deverá ser o primeiro passo para desfrutarmos e cuidarmos dele com responsabilidade. Os textos bíblicos estimulam-nos o desejo e encorajam-nos a «investigar» a natureza. Eles apresentam a ciência e a Palavra como dois livros de Deus e ensinam-nos a olhar para a vocação científica como um mandato de Deus! O texto da narrativa das origens ao relatar que “O homem deu nome a todos os animais domésticos, às aves e aos animais selvagens…” (Gn 2,20) revela-nos a primeira atividade cientifica. Ao nomear e identificar a biodiversidade o homem classificou, arrumou em grupos e adquiriu um conhecimento que lhe permite dominar espécies e reinos animais. Além dos processos de observação, identificação e nomeação, a Bíblia destaca a existência de pessoas versadas na explicitação dos mecanismos naturais. Afirma que, Salomão, além de ter pronunciaado provérbios e ter composto milhares de poemas, também dissertou sobre várias espécies de árvores e animais (I Rs 5,12-13). Acrescenta ainda que na construção do tabernáculo (Êx 31, 1-11), as representações da criação nele gravadas revelam o recurso à ciência e às artes visuais. Esculturas e gravuras de grande qualidade (1 Rs 6, 15-36; 7, 23-39; 1 e 2 Cr 3.5-7; 4, 1-7) bem como as “janelas com molduras artísticas” (1 Reis 6, 4) são referidas pelo seu sentido estético e não pela sua utilidade.

Neste sentido, a Bíblia propõe-nos a vocação científica como um mandato de Deus para conhecermos o legado que nos foi entregue, a fim de nos permitir desfrutar e zelar da casa de todos com responsabilidade.

Distribuição da Bíblia em Ação

Segunda-feira 17 Junho 2019

É este o resultado que a distribuição da banda desenhada da Bíblia em Ação pode fazer em S. Tomé e Príncipe, juntamente com a oferta de 96 cadeiras para uma igreja; compra de uma motorizada (2° mão) para o Pastor (o seu primeiro transporte pessoal) e a oferta de 30 cadeiras para um infantário!
O projeto Bíblia em Ação procura dar a conhecer a História de Jesus Cristo a todas as crianças falantes de português. O objetivo é que conheçam a história, mas acima de tudo que entendam a mensagem do amor de Deus de uma forma simples e apelativa.

Estamos na 89ª Feira do Livro de Lisboa!

Terça-feira 4 Junho 2019

Vencedores Bíblia Moov 2019

Segunda-feira 27 Maio 2019

Histórias de Amor na Bíblia - 4ª Ed Bíblia Moov!
A Cerimónia de Entrega de Prémios do Bíblia Moov, no passado Sábado, dia 18 de Maio, além de um tempo especial onde assistimos a momentos de arte inspirados na Bíblia, deu-nos a conhecer os nomeados e vencedores da 4ª Edição do nosso Concurso, este ano sob o tema Histórias de Amor na Bíblia.

Mais uma vez, tivemos participações de todo o país, desde Lamego a Almada, sem esquecer os Açores. E foram 3 os nomeados ao Prémio Bíblia Moov Jovem - grupos de jovens entre os 12 e os 17 anos e, dois os vencedores em ex aequo: o filme “David, um amor demasiado humano”, de Lucas Martins, em representação do Agrupamento de escolas de Albergaria-a-Velha, uma escola que já nos habituou à qualidade técnica dos seus trabalhos e o filme “Amor à primeira vista”, de Carlos Silva, em representação do Agrupamento de Escolas D. Dinis, Lisboa, que tem vindo a participar em várias edições e, este ano, viu o seu esforço recompensado com um prémio.

Foram também 3 os filmes nomeados ao prémio Bíblia Moov - grupos de jovens entre os 18 e os 27 anos, e o vencedor foi “Fala-me de amor”, de Tiago Soares, de Ponta Delgada, que venceu este prémio pela 2ª vez. De salientar ainda a decisão de júri de atribuir uma menção honrosa a um dos nomeados “Ágape”, um filme de Mónica Pires, de Aveiro.

Veja os filmes nomeados e vencedores desta e de outras edições, no website do Bíblia Moov em: www.bibliamoov.pt ou através da página de Facebook do concurso!

Lembramos que os filmes Bíblia Moov também estão acessíveis na página Youtube do Concurso e estão disponíveis gratuitamente para serem utilizados por igrejas nas suas atividades com os jovens!

Utilizamos cookies de acordo com o nossa Política de Privacidade, respeitamos a privacidade dos seus dados.[ocultar mensagem]